Expectativa é que o número de inscritos para o Enem no Piauí bata recorde

No Piauí a procura pela garantia da participação na seleção é numerosa, o interesse pelos estudantes aumenta

ACOMPANHE A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DE SEXTA-FEIRA (16/05) DO JORNAL MEIO NORTE.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), norteará a vida de jovens do Brasil inteiro, a possibilidade de conquistar a tão almejada vaga no ensino superior, concentra resquícios de apreensão e demanda um esforço virtual. As horas de estudo são compensadas pela preparação ideal, mas nem sempre a vitória está ao alcance. As inscrições para o certame começaram na última segunda-feira (12/05) e promete abarcar milhões de candidatos, ávidos pela aprovação. O número de oportunidades evolui gradativamente, porém em um universo tão extenso, apenas uma pequena parcela atinge o objeto de esmero.

No Piauí a procura pela garantia da participação na seleção é numerosa, o interesse pelos estudantes aumenta, visando uma evolução no nível social. O delineamento das ações angaria ao contínuo foco, manter-se desperto às trilhas que levam para o sucesso, garantem bons resultados. ?A nossa expectativa é a melhor possível, ano passado batemos o recorde, tivemos um número expressivo de inscritos e continuamos empenhados em divulgar o Enem?, afirma Veloso. O trabalho intensivo que doravante ilumina o túnel para o acesso mais facilitado ao ensino superior por parte dos alunos de escolas públicas. ?A procura está sendo muito boa, a taxa continua em R$ 35, com a possibilidade do aluno que não tem condições de ser isento?, lembra a diretora do Mais Saber. A expectativa é que o número de inscritos supere o de 2013 e bata recorde.

Segundo Lusimary Veloso os candidatos do ensino público piauiense estão mais preparados para esta edição e animada, esbanja confiança. ?Eu não tenho nem dúvida, com certeza estão mais prontos; o aluno agora tem mais opções de aprimorar-se e não precisa necessariamente vir para a capital, Teresina?, pontua.

Utilizar desculpas para abster-se da realização do exame não é mais possível. Atualmente o programa "Mais Saber" oferece através da mediação tecnológica preparação para os estudantes mais carentes e que não possuem condições de arcar com as despesas de um curso. ?Toda tarde temos a transmissão da preparação para o Enem em tempo real pela internet?, orienta Veloso. Através desse projeto, a vinda para a capital torna-se desnecessária, abrangendo uma forma igualitária de aprendizado a todos. ?Temos um site, eles entram e existem os pontos de recepção, ou seja, as escolas naquele município que fazem parte da ação, a partir daí o aluno dirige-se à unidade com os documentos e se inscreve?, detalha.

A sensibilização para a atenção dos estudantes ainda viaja pelos simulados voltados ao Exame Nacional do Ensino Médio, o primeiro já acontece em junho.

Fonte: Francy Teixeira