Fábio Barreto vai passar por nova tomografia

Cineasta permanece em Unidade Neuro-Intensiva

 O cineasta Fábio Barreto vai ser submetido a exames de tomografia computadorizada no próximo sábado (26). De acordo com o boletim médico divulgado nesta quinta-feira (24), o paciente mantém a pressão intracraniana estável. Barreto permanece internado em coma induzido, sob respiração mecânica, em estado clínico grave, porém estável, na Unidade Neuro-Intensiva do Hospital Copa D’ Or, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

O cineasta capotou com o carro no sábado à noite (19). Na terça-feira (22), o exame de tomografia de crânio não demonstrou alterações evolutivas significativas do edema cerebral, após a colocação do cateter de derivação intraventricular. De acordo com os médicos, não existe previsão de novos procedimentos cirúrgicos.

Cineasta não apresenta infecções

Segundo o neurocirurgião Paulo Niemeyer, a pressão intracraiana está controlada devido ao cateter que foi inserido na segunda (21) no crânio do diretor de cinema. Foram retirados, até agora, mais de 100 ml de líquido que estavam acumulados na cabeça do cineasta. O clínico intensivista João Pantoja, que também acompanha Barreto, disse que ele não apresenta complicações clínicas e nem infecções.

Os médicos esperam que o quadro do cineasta não apresente alterações nos próximos dias, para que a partir da próxima semana o sedativo comece a ser retirado. A maior preocupação é impedir que as lesões se tornem definitivas. Segundo o neurocirurgião, no momento o cineasta não apresenta risco de morte. A área do crânio mais afetada, de acordo com Niemeyer, é o lado esquerdo, responsável pela memória e pela linguagem.

Presidente Lula conversou com a família

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após participar de entrega de obras em Manguinhos, no subúrbio do Rio, disse que conversou por telefone com familiares do cineasta. "Conversei com a Fátima, a irmã, conversei com o pai do Fábio. Ele ainda está em coma e não tinha como fazer uma visita.

Nessas situações, a melhor coisa que a gente tem a fazer é rezar e torcer para que o Fábio se recupere rapidamente", afirmou Lula. Filme sobre Lula e indicação ao Oscar Fábio dirigiu o filme "Lula, o filho do Brasil". Com um orçamento de R$ 12 milhões, o longa estreia no Brasil no dia 1º de janeiro.

Baseado no livro homônimo de Denise Paraná, o filme reconta a infância pobre de Lula, recria a relação com a mãe e retrata o sindicalista que mobilizava multidões. O filme estreia em janeiro e deve ocupar entre 400 e 500 salas de cinema. Barreto também dirigiu ‘Índia’, “O quatrilho”, que chegou a ser indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, e “A paixão de Jacobina”.

Fonte: g1, www.g1.com.br