Falta agora a conclusão do concurso dos cartórios, diz Graça Amorim

Graça disse que agora falta conclusão do concurso dos cartórios

A vereadora Graça Amorim considerou a decisão, por parte do Supremo Tribunal Federal (STF), de retirar a delegação do Cartório Naila Bucar um avanço em sua luta pelo aumento e descentralização de cartórios em Teresina, bem como pela conclusão do concurso para Notários e Registradores que atualmente está parado, apesar de estar na última fase.

A decisão  pela perda da delegação do Cartório do 2º. Ofício de Imóveis de Teresina, o Cartório Naila Bucar coube à 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal, cujo relator foi o ministro Teori Zavascki. Ainda na decisão, o STF aplica multa de 10% contra a interina do cartório Lísia Bucar e determina o cumprimento imediato da decisão.

Em abril de 2009, a vereadora Graça Amorim entregou ao ministro do STF, Gilmar Mendes, durante visita a Teresina, um ofício solicitando cumprimento imediato de uma resolução do Tribunal de Justiça do Piauí, datada de 30/03/2006, que determina a reestruturação e criação de novos cartórios no Estado.

“A população acompanha a minha luta pela descentralização e aumento do número de cartórios em Teresina. Venho cobrando desde 2006, incluive para o próprio ministro Gilmar Mendes, mostrando a injustiça que é enfrentar uma fila nos cartórios de Teresina. Isso sem falar nos preços. Estava mais que na hora do STF tomar uma atitude. Estou me sentindo contemplada! Vamos em frente. Ainda temos muitas batalhas a vencer. A finalização do concurso é uma delas”, disse a vereadora.

A proprietária Lysya Bucar passa agora à condição de interina até a finalização do Concurso Público. O faturamento anual do Naila Bucar é um dos maiores do Piauí. Ultrapassa os R$ 15,2 milhões anuais e a renda líquida do cartório deve ser depositada em conta da Justiça.

Fonte: Portal Meio Norte