Falta de estrutura e segurança faz com que teresinenses 'fujam' de pontos turísticos

Falta de estrutura e segurança faz com que teresinenses 'fujam' de pontos turísticos

Parque Lagoas do Norte e Parque da Cidade não conseguem atrair visitantes por problemas

As opções de lazer dos teresinenses durante finais de semana e feriados não são das mais variadas. No período de final de ano, em que as crianças estão em férias escolares e os pais podem planejar passeios com elas, a preocupação com a falta de estrutura dos poucos pontos de lazer de Teresina acabam impedindo os passeios das famílias.

Na Zona Norte de Teresina, no bairro São Joaquim, o Parque Lagoas do Norte é um cenário perfeito para quem gosta de curtir a natureza. Com espaço de caminhadas, complexo esportivo envolvendo as belezas naturais das lagoas e animais, o problema fica por conta da falta de segurança no local, de acordo com a reclamação da população que mora vizinha ao parque e dos visitantes.

A falta de segurança é o principal ponto de reclamação para quem mora ao redor do Lagoas do Norte, como é o caso da comerciante Maria Rita: “Aqui seria um ótimo lugar para passear se não fosse a bandidagem.” Segundo ela, um posto da Polícia Militar no local seria ideal: “A polícia passa fazendo ronda por aqui, mas se tivesse um posto funcionando aqui no parque com certeza daria mais segurança e atrairia mais visitantes.”

Um outro ponto da cidade que serviria de opção para lazer do teresinense é o Parque da Cidade, no bairro Primavera. A reclamação do local é a falta de estrutura para os visitantes e praticantes de esportes, como reclama Bruna Soares, que mora próximo ao parque: “As trilhas estão mal-cuidadas, o campo de futebol e as quadras também não tem estrutura boa. As pessoas ainda vem nessa situação, mas é muito ruim fazer algo aqui.”

A reclamação de Bruna também se estende para a falta de segurança no local: “Várias vezes já tivemos relatos de pessoas assaltadas dentro do parque. Os bandidos roubam e se escondem no meio das árvores. A noite aqui é tudo escuro, não da nem para entrar.”

No complexo da Ponte Estaiada, na zona leste de Teresina, o elevador panorâmico que levava os turistas para o topo da ponte está sem funcionar há quase um ano, quando um dos elevadores apresentou falhas mecânicas. Desde então, o complexo turístico fica sem receber visitantes. Uma opção de lazer a menos.

Para as pessoas que moram em outros pontos de Teresina, os atrativos dos parques acabam sendo ofuscados pelos problemas relacionados à falta de estrutura e segurança. “É recorrente vermos notícias de assaltos e homicídios nas regiões próximas ao Lagoa do Norte. Isso deixa os visitantes com medo de vir aqui e acabar sendo mais uma vítima”, relatou Elaine Santos, moradora da zona sul de Teresina. Para Elaine, para os momentos de lazer a escolha são locais privados: “Prefiro ir para um clube, um sítio ou ficar em um dos shoppings. Me sinto mais segura para ir com a família.”

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa