Família, amigos e fãs se reúnem em estádio para velório de Bolaños

Cerimônia aberta ao público acontece no estádio Azteca, na Cidade do México, neste domingo, 30.

Por volta das 17h (hora do Brasil) deste domingo, 30, o cortejo levando o corpo de Roberto Bolaños entrou no estádio Azteca para a última homenagem que parentes, amigos e fãs farão ao ator, morto aos 85 anos, na sexta, 28. Segundo informações da CNN México, o estádio tem capacidade para receber 100 mil pessoas. Ingressos foram distribuídos aos admiradores do ator gratuitamente pela emissora Televisa. E todos foram convocados a vestir a roupa de seu personagem preferido vivido por Bolaños e a levar uma rosa branca para o local do velório.  

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.

Crianças fantasiadas de Chapolin e Chaves já estavam posicionadas na parte interna do estádio para recepcionar o caixão quando o cortejo chegou levando o corpo do ator. E elas cantaram versos que mostram o carinho dos mexicanos pelo ator. "Gênio, mestre, amigo de verdade. Para sempre, Chespirito, no meu coração segue vivo", repetiam: "Por isso, isso, isso, Chaves, faz parte da minha vida. Obrigado por sempre, Chaves". Muito emocionada, a família de Bolaños também vestiu camisas com o símbolo de Chapolin.

A atriz Florinda Meza, mulher de Bolaños, chegou ao local amparada por duas mulheres e acenou para os fãs (veja o vídeo). Na arquibancada, os admiradores foram ao delírio, cantando e gritando enquanto o  carro carregando o caixão de Bolaños dava uma volta ao redor do campo de futebol (veja vídeo.) O carro parou e seis homens caminharam por um tapete vermelho levando o caixão até um altar montado no centro do campo, no qual havia fotos de Bolaños mais jovem.

 Corpo é levado em carro aberto em cortejo

Por volta das 15h30 (horário do Brasil), o corpo de Roberto Bolaños deixou a emissora Televisa em direção ao estádio Azteca, no México, para a homenagem aberta ao público. O caixão, protegido por uma redoma de vidro, foi transportado em um carro aberto no cortejo, que seguiu por 14 quilômetros pelas ruas da Cidade do México. Ao lado do caixão foram colocadas duas estátuas dos personagens Chaves e Chapolin. Florinda Meza, acompanhou o cortejo em outro carro. Por onde o automóvel levando o ator passou, fãs acenaram, bateram palmas e gritaram "Chespirito".

 Bolaños morreu em sua casa, em Cancún

O ator morreu na sexta-feira, 28, aos 85 anos, em sua casa, em Cancún. Desde o anúncio de seu falecimento, admiradores, parentes e colegas de trabalho de Bolaños se manifestaram nas redes sociais, demonstrando seu carinho pelo intérprete de Chaves e Chapolin. De acordo com informação divulgada no "Domingo Legal", do SBT, o corpo de Bolaños será sepultado.

Durante as primeiras horas de sábado, 29, apenas os mais íntimos estiveram na casa do humorista, onde ele vivia ao lafo da mulher, Florinda Meza, que vivia Dona Florinda na série "Chaves". No mesmo dia, durante a tarde no México, o corpo de Bolaños foi levado de avião até e Cidade do México onde a emissora Televisa organizou uma missa particular apenas para a família e amigos que conviveram com o ator no trabalho. Assim que o caixão foi trazido para o salão reservado na emissora, as pessoas que estavam presentes homenagearam o ator com aplausos. A cerimônia foi conduzida pelo padre Diego Monroy.  No local, fotos de Bolaños e de seus personagens queridos foram posicionadas no palco.

 Família agradece carinho dos fãs e os convida para velório

Na tarde deste sábado, 29, enquanto o corpo de Bolaños era removido de Cancún para a Cidade do México, os familiares do ator se manifestaram no Twitter para agradecer a onda de carinho que estão recebendo de fãs e amigos. "Em  nome da família, obrigado por tanto amor", escreveram, aproveitando também para convocar os seguidores de Bolaños para acompanhar o velório aberto ao público neste domingo, 30: "Esperamos amanhã no Estádio Azteca a partir das 12h, para nos despedirmos. Os Gómez."









Fonte: Ego