Família de jovem que perdeu parte do cérebro corre contra tempo

Luke passou 14 meses no hospital e, então, voltou para casa

Luke Reinbott, de 20 anos, estava em uma festa com amigos, quando, do nada, perdeu a consciência, caiu no chão e bateu a cabeça. O grande mistério é que não havia qualquer marca ou sinal da pancada e, até hoje, ninguém sabe explicar ao certo o que aconteceu, Luke muito menos, já que não faz ideia de nada do que aconteceu naquele dia.

Image title

Quatro anor depois do ocorrido Luke luta contra as consequências daquela festa. O desafio atualmente é tentar voltar a andar e falar, já que um pedaço imenso de seu crânio precisou ser removido para aliviar a pressão que o cérebro machucado.

Image title


Pai de Luke, Paul, de 58 anos, morador de Queensland, disse que a trajetória do filho tem sido difícil, mas que é reconfortante ver que ele escapou da morte.— Naquele dia, a namorada dele recebeu um telefonema dizendo que Luke estava inconsciente. Ela o levou ao pronto-socorro, e depois ele foi transferido de helicóptero para outro hospital, onde os médicos perceberam o quão sério era o quadro dele.

Luke passou 14 meses no hospital e, então, voltou para casa. No entanto, em março do ano passado, outra tragédia atingiu a família, a namorada de Luke que o apoiava e ajudava a família morreu repentinamente de um ataque do coração.

Image title

Agora, mais um teste do destino: uma válvula que ele vinha usando desde a cirurgia no cérebro se moveu para uma posição perigosa, e os médicos dizem que Luke se tornou uma bomba-relógio em potencial.

Image title

Um médico em San Francisco, nos EUA, se ofereceu para remover a válvula da cabeça de Luke, e agora sua família corre contra o tempo para arrecadar dinheiro para a cirurgia. O irmão dele, Nathan, explicou que o perigo é que o dispositivo se rompa nesse meio tempo, e mate-o antes que se possa tomar uma providência.

— Faz pouco tempo que entendemos o quanto isso é grave. É como ter uma granada dentro de você.

Fonte: R7