Família de menina morta no Hopi Hari e parque fecham um acordo

O acidente ocorreu na manhã do dia 24 de fevereiro de 2012.

Os familiares da menina Gabriella Nichimura, 14 anos, que morreu após cair de La Tour Eiffel, no Hopi Hari, em Vinhedo, no interior de São Paulo, e o parque de diversões fecharam um acordo de indenização pelo acidente. O acerto não tem interferência no processo criminal que apura as causas da morte.

O acidente ocorreu na manhã do dia 24 de fevereiro de 2012. Gabriella estava acompanhada dos pais, tia e prima. Segundo as primeiras investigações, o equipamento apresentava defeito na trava de segurança. A menina caiu de uma altura entre 10 e 30 metros.

Segundo o advogado Ademar Gomes, que representa a família de Gabriella, que mora no Japão, a Justiça da 2ª Vara Civil de Vinhedo, homologou o acordo. Conforme o defensor, a juíza Euzy Lopes Feijó Liberatti decretou segredo de Justiça e um termo de confidencialidade no processo a pedido das partes. Em função disso, a família e o parque não podem divulgar o valor da indenização acordada.

Fonte: Terra