Fãs brasileiros comemoram Dia Nacional do Fusca; veja história

Modelo da década de 30 foi sucesso de vendas e continua sendo paixão de muitos motoristas.

Mais de 60 anos depois da chegada das primeiras unidades no Brasil, o tradicional Volkswagen Fusca celebra sua história no país no dia 20 de janeiro, o Dia Nacional do Fusca. Inovador, acessível, resistente e com baixo custo de manutenção, o modelo fez sucesso desde seu lançamento, o que contribuiu para que ainda seja possível ver centenas deles rodando pelas ruas.





Atendendo a um pedido do governo alemão, Ferdinand Porsche deu início ao desenvolvimento do modelo, que até então levava o nome de Volkswagen Sedan, em 22 de junho de 1934. Por isso, em outros países essa é a data escolhida para que sua história de sucesso seja relembrada.

As primeiras unidades importadas chegaram por aqui em 1950. Devido ao grande sucesso, o ?besouro? começou a ser fabricado no Brasil em 1959, mas sua produção foi interrompida em 1986. Sete anos depois, a montadora voltou a fabricá-lo em uma versão movida a etanol por conta de um pedido do então presidente Itamar Franco. Esta segunda fase da produção durou até 1996. A fábrica da Volkswagen no Brasil foi a primeira construída fora da Alemanha, o que rendeu bons resultados: o Fusca foi o carro mais vendido por aqui durante 24 anos, feito apenas superado pelo Gol no fim de 2011.

Muitos atribuem seu sucesso a quatro principais fatores: baixo custo de aquisição, manutenção, boa resistência e design inovador para a época em que foi lançado. A paixão dos motoristas pelo modelo motivou a montadora a continuar produzindo versões inspiradas no original, como o atual New Beetle, já em sua segunda geração.

Mas há quem prefira dirigir os modelos tradicionais. Por isso, centenas deles foram restaurados, muitos são mantidos como relíquias por colecionadores e o Fusca ainda serve de meio de transporte para muitas pessoas, tanto em cidades do interior quanto nas grandes metrópoles. Seu sucesso fez com que apelidos surgissem em diferentes partes do Brasil, como "Fuca" entre os gaúchos e "Fuqui" no Paraná.

Mais de um milhão de unidades do New Beetle já foram vendidas, o que confirma a paixão que muitos ainda nutrem pelo tradicional design inspirado nos modelos originais, mas que foi aliado a melhorias no motor e em questões de segurança. Atualmente, o modelo mais potente leva motor turbo 2.0 que gera 200 cv de potência. Com transmissão de dupla embreagem de seis marchas, acelera de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos e atinge velocidade máxima de 223 km/h. A Volkswagen promete o início das vendas no Brasil do New Beetle no fim deste ano.

Fonte: Auto Esporte