Filho de Bin Laden teria sido morto pelos EUA

Pouco depois da invasão americana ao Afeganistão, em 2001, Saad fugiu para o Irã

Um oficial americano que combate o terrorismo afirmou nesta quinta-feira que Saad bin Laden, um dos filhos do líder da Al-Qaeda Osama Bin Laden, provavelmente foi morto este ano no Paquistão.

"Nós acreditamos que ele esteja morto, embora nestes casos não se disponha de DNA ou outras provas contundentes que permitam saber com segurança", afirmou o oficial à rede de TV CNN. Ele acrescentou ainda que "outras informações" levaram analistas a chegarem à conclusão de que Saad bin Laden deve estar morto.

O filho de Bin Laden, supostamente morto em um ataque aéreo realizado por um avião americano não tripulado, não era considerado uma figura importante dentro da Al-Qaeda.

Pouco depois da invasão americana ao Afeganistão, em 2001, Saad fugiu para o Irã, onde foi colocado em prisão domiciliar por alguns anos. Mas, desde o ano passado, acreditava-se que ele se encondia entre a fronteira do Paquistão com o Afeganistão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br