Novo mendigo gato dará nome de cozinheiro que  o ajudou ao filho

Novo mendigo gato dará nome de cozinheiro que o ajudou ao filho

Nome da criança será Roberto, homenagem ao cozinheiro que os ajudou. Parto deve ocorrer entre sexta (5) e quarta-feira (10) da próxima semana.

A família de Anderson Antônio Dias da Silva e Sabrina Monteiro de Barros, que há cerca de uma semana morava debaixo da Ponte Pênsil, em São Vicente, no litoral de São Paulo, e que a história de vida ganhou destaque na internet, vai ganhar um novo integrante: Roberto. Grávida de oito meses, Sabrina foi submetida a um ultrassom em Guarujá, nesta segunda-feira (1), custeado pelos donos de uma marina da cidade - os mesmos que deram emprego e moradia ao casal, que já tem um filho de dois anos. No exame, foi identificado que a criança será um menino e que pode nascer ainda nesta semana.

De acordo com Anderson, o parto deve ocorrer entre sexta-feira (5) e quarta-feira (10) da próxima semana (10). "No máximo, (o nascimento será) dia 14 (um domingo). Se não nascer até esse dia, será cesárea", explica o futuro pai de Roberto, nome definido pelo casal se a criança fosse menino, em homenagem ao cozinheiro Roberto Schweitzer, que os ajudou quando ainda moravam nas ruas de São Vicente.

O casal não esconde a expectativa pelo nascimento do novo herdeiro. "Vai ser mais uma alegria, porque o Sergio (filho de dois anos) já é uma alegria nas nossas vidas. Ele (Sérgio) passou por toda essa situação com a gente, e com ele (Roberto) vai ser diferente. Ele terá uma situação melhor, não vai passar por isso", garante Sabrina, em alusão às dificuldades vividas até a última semana, quando o drama da família - que estava há sete dias nas ruas de São Vicente - repercutiu nas redes sociais.

Apesar da alegria pela chegada do novo filho, o casal não pensa em um terceiro herdeiro. "Fecharam as portas. O que a gente passou foi complicado. A vida pode até estar melhor, mas é difícil, criar, educar, dar condições. Dois (filhos) está bom", analisa Sabrina.

O caso

Uma foto de Anderson, Sabrina e do filho de dois anos, morando nas ruas de São Vicente repercutiu nas redes sociais, sendo compartilhada mais de 12 mil vezes em apenas 18 horas. Natural de São Paulo, Anderson veio para o litoral paulista há três meses para trabalhar em um sítio em Peruíbe.

Em janeiro, a família se mudou novamente, agora para São Vicente, onde Anderson conseguiu emprego como ajudante de marcenaria. Ele, no entanto, foi dispensado pouco tempo depois. Sem dinheiro, o casal e o filho de dois anos não conseguiu pagar o aluguel da casa onde moravam e acabaram na rua.

A situação da família começou a melhorar quando eles conheceram o cozinheiro Roberto Schweitzer, que lhes ofereceu comida e teve a ideia de colocar Anderson trabalhando com ele na cozinha, e Sabrina e o filho em uma creche com a qual colabora. Foi no restaurante de Roberto que a advogada Claudete Sachi conheceu Anderson, enquanto almoçava com a mãe. Ela teve a ideia de fotografar a família e divulgar a história nas redes sociais.

A repercussão do caso fez com que dezenas de internautas comparassem a história ao caso do "Mendigo Gato de Curitiba". A grande mobilização na internet deu resultado, e a família conseguiu uma casa e um trabalho em uma marina de Guarujá.


Filho de casal que mobilizou a web é menino e pode nascer nesta semana

Filho de casal que mobilizou a web é menino e pode nascer nesta semana

Fonte: G1