Cantor Pedro é internado no Hospital Sírio-Libanês; 4 médicos acompanharam a viagem

Cantor Pedro é internado no Hospital Sírio-Libanês; 4 médicos acompanharam a viagem

Para a remoção, foi necessário que as doses dos medicamentos que mantêm o cantor sedado fossem aumentadas

A equipe médica que cuida do cantor Pedro Leonardo Dantas, 24 anos, filho do sertanejo Leonardo, concluiu no fim da tarde desta quinta-feira (26) o traslado do paciente para o Hospital Sírio-Libanês.

A viagem até a capital paulista começou às 12h35, quando ele deixou o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG). Ele foi embarcado em um avião com UTI e fez um voo de cerca de 1h30. Pouco antes das 17h, após trajeto de ambulância, ele chegou ao Sírio-Libanês. Pedro foi recebido por um neurocirurgião e será submetido a uma série de exames para avaliação do seu quadro clínico.

O deslocamento da ambulância pelas ruas de São Paulo foi apoiado pela escolta de equipes da Polícia Militar e da CET, que chegaram a interditar um sentido do Corredor Norte-Sul na saída do aeroporto. Um carro da polícia militar seguiu à frente do veículo com o paciente durante todo o trajeto. No horário, por causa da chuva em algumas regiões, a cidade estava em estado de atenção para alagamentos.

Todo o traslado foi cercado de cuidados para evitar complicações para o paciente. O avião pousou no aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, às 15h26 . Cerca de 40 minutos depois da aterrissagem, a equipe médica concluiu a retirada da maca da aeronave e o cantor foi levado em uma ambulância para o Sírio-Libanês.

O acidente

Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro na rodovia MGC-452 na sexta-feira (20) quando voltava de um show. O acidente próximo município de Tupaciguara (MG). Ele foi inicialmente levado ao Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia para conter hemorragia abdominal, e foi transferido na sexta-feira para Goiânia.

O acidente resultou em diversas lesões, entre elas um edema ? inchaço ? no cérebro. Desde então, estava mantido em coma induzido, para manter o cérebro tranquilo até que voltasse ao tamanho normal. Após a primeira cirurgia em Minas, ele foi atendido no Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG).

Para a remoção, foi necessário que as doses dos medicamentos que mantêm o cantor sedado fossem aumentadas como medida de segurança. "É um processo bem delicado, afinal, o Pedro, apesar das melhoras apresentadas, é um paciente muito grave e precisamos fazer toda uma logística para transferi-lo?, afirmou o médico e diretor da UTI do IOG, Wandervan Azevedo.

Confiança

A assessora do cantor Leonardo, Ede Cury, conversou com jornalistas na porta do hospital, antes da saída de Pedro, e disse estar confiante na remoção. "É o memomento ideal para essa transferência. Toda a equipe médica de São Paulo e Goiânia chegou à conclusão de que não existe momento mais propício do que este", avaliou a assessora. "Entendemos que é uma transferência de risco, mas sabemos e confiamos na avalição dos médicos", disse.

Mapa do acidente de Pedro Vale este (Foto: Editoria de Arte/G1)

A mãe de Pedro Leonardo, Maria Aparecida Dantas, também esteve no hospital acompanhado a remoção do filho. Muito apreensiva, ela disse que está tentando pensar que o filho está indo para um show: "Quero pensar que ele está indo fazer um dos seus shows, que está me pedindo a benção, como sempre faz antes de viajar. Estou muito confiante e entreguei nas mãos de Deus".

Evolução do quadro

O paciente, que ainda está em estado grave, segundo Wandervan Azevedo, respondeu positivamente aos tratamentos desde que deu entrada no IOG. Há dois dias, as drogas que o mantêm em coma induzido foram sendo gradativamente diminuídas. Somente para a remoção, segundo o médicos, as doses tiveram de ser novamente aumentadas.

Exames mostraram também a diminuição do edema cerebral e uma melhora no pulmão. Devido a uma insuficiência renal, Pedro ainda passou por duas sessões de hemodiálise, com duração de oito horas cada uma, e, segundo Wandervan, respondeu ao procedimento sem complicações.

?Nós estamos muito otimistas quanto à recuperação de Pedro, afinal ele apresentou duas intercorrências muito graves e reagiu muito bem?, declarou.

Reação

Ao visitar o primo, na tarde de quarta-feira (25), Thiago afirmou que Pedro se mexeu e apertou a mão da tia Mariana. De acordo com Thiago, companheiro de dupla, Pedro também derramou uma lágrima durante a visita. "Fiquei feliz demais quando ele deu aquela mexida no braço e brotou a lágrima nos olhos", afirmou o cantor.

Thiago estava acompanhado da mulher de Pedro, a arquiteta Thais Gebelein, 28 anos. "Vou entrar agora, estou entrando com ótimas notícias e de novo eu venho só a pedir muita fé", disse a jovem na chegada ao hospital.

Fonte: G1