'Foi uma atitude bruta', diz irmão de mulher derrubada por cotovelada; video!

Família diz que não entende o motivo da agressão em São Roque. Comerciante foi preso e deve responder por tentativa de homicídio.

 A família da auxiliar de produção Fernanda Regina Cézar Santiago busca explicações para a agressão sofrida por ela na madrugada de sábado (16), no centro em São Roque (SP). Fernanda foi violentamente agredida com uma cotovelada pelo comerciante Anderson Tingo Oliveira, de 34 anos. Ela sofreu traumatismo craniano e está internada em estado grave, mas estável, no Hospital Regional de Sorocaba (SP)

As imagens da agressão foram registradas por uma câmera de segurança (veja o vídeo acima). Nelas é possível ver que Fernanda discute com Oliveira, que está com um grupo de pessoas em frente a uma loja de motos, perto de uma casa noturna onde eles estavam momentos antes, na Avenida Antônio Dias Bastos.

 


 

 Após o golpe, Fernanda caiu desmaiada no chão. Na gravação, é possível ver que  Oliveira está segurando uma lata de cerveja na mão e não presta socorro. Algumas pessoas se aproximam e chamam uma ambulância. Ele se afasta e, durante o socorro, fuma um cigarro. Oliveira foi preso por tentativa de homicídio e está na cadeia de São Roque, onde deve permanecer em prisão temporária por 30 dias.

Em entrevista, nesta quinta-feira (21), o irmão de Fernanda, Eduardo Cézar, disse que a família não consegue entender o que aconteceu. "Nós estamos indignados pelo que houve com a minha irmã. Foi uma atitude bruta, totalmente ignorante. Ninguém esperava que ele fosse reagir daquela forma e ninguém sabe ao certo qual o motivo da agressão", afirma o vendedor.

 “Tivemos acesso às imagens porque sou amigo do dono da loja. Quando vi a cena levei um choque muito grande. Nós o conhecemos e ninguém esperava uma reação tão violenta como aquela”, afirma Eduardo.

 


 

 

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, o estado de saúde de Fernanda é estável e ela passa por avaliação neurológica. “O quadro dela não está evoluindo e pode ser que precise de uma cirurgia por estar com hemorragia cerebral. Os médicos estão acompanhando as respostas motoras dela”, ressalta Eduardo.

 

ASSISTA O VÍDEO:

Fonte: G1