Foliões turbinam o som para o Carnaval no Piauí; delegado alerta para fiscalização

Foliões turbinam o som para o Carnaval no Piauí; delegado alerta para fiscalização

A Delegacia do Silêncio alerta para os abusos com som de carro e garante que haverá fiscalização na capital e interior.

No Carnaval a regra é muito barulho, folia e animação. Para isso, um dos pré-requisitos quase que indispensáveis para muita gente é ter um carro com som potente. Isso levou a procura por esse tipo de acessório crescer consideravelmente nos últimos dias em Teresina. No entanto, os donos de veículos devem ficar atentos às normas legais para não correr o risco de terminar o Carnaval com uma multa no bolso.

Segundo a proprietária de uma loja equipadora de som da capital, Liara Veloso, o discurso da maioria dos

clientes é o mesmo: ?Quanto mais barulho, melhor?. ?A procura aumentou muito nos últimos dias. As

pessoas querem colocar um som potente no carro para as festas de Carnaval. Aqueles com maior poder

aquisitivo querem mesmo é paredões?, pontuou.

No entanto, o delegado titular da Delegacia do Silêncio de Teresina, Evaldo Farias, alerta estas pessoas a

usarem seus carros apenas nos locais permitidos e no volume adequado para cada local da cidade, sob pena de ser multado. ?Em Teresina, nos dias de Carnaval só poderá ser usado o carro de som em locais permitidos pela Prefeitura Municipal de Teresina, como as avenidas onde vão ter eventos, por exemplo. Fora destes locais e em um volume acima do permitido, o dono do veículo será multado?, informou, acrescentando que a fiscalização continuará forte em dias de Carnaval.

Ricardo Lopes, que foi ontem a uma equipadora de veículos para colocar um som potente em seu carro,

conta que é conhecedor da Lei do Silêncio e que não pretende aumentar o volume em locais proibidos. ?Estou equipando o carro para o Carnaval, mas pretendo usá-lo em sítio e na minha casa, no volume permitido?, disse.

O delegado Farias explica que em áreas residenciais, o volume só poderá chegar a 45 decibéis. Já em

áreas não residenciais ou áreas mistas poderá alcançar os 55 decibéis. Este último caso, segundo ele, serve para bairros como Mocambinho, Tancredo Neves, alguns pontos da zona Leste, dentre outros.

?Para saber se está no volume adequado, o motorista deve marcar em seu carro, no máximo dois ou três. Passando disso, ele já está sujeito a multas. Quando se trata de som de residência, a dica é a pessoa ligar o som e se distanciar 50 metros de sua casa. Se ele ouvir a música é porque está incomodando?, pontuou.

Para o motorista que usa o volume do som do carro acima do permitido, a multa varia de R$ 1.500 a R$ 3 mil. Se o veículo estiver usando a energia elétrica do bar, o dono do estabelecimento também será multado. Além disso, poderá ser penalizado, podendo pegar de um a três anos de cadeia.

As cidades do interior do Estado, onde a folia de momo é maior do que em Teresina, o delegado informa que os ambientes não ficarão sem fiscalização. Esta será feita pela delegacia de cada município. ?A Delegacia do Silêncio não tem como atuar em todo o Piauí, portanto, fora da capital a fiscalização fica por conta das delegacias locais?, afirmou.

Fonte: Pollyanna Carvalho