Força Aérea Brasileira localiza avião bimotor desaparecido em Paraty

A equipe de resgate constatou que não há sobreviventes

A Força Aérea Brasileira (FAB) localizou perto do Morro do Corisco em Paraty, no Rio de Janeiro, por volta das 12h30 desta segunda-feira (11/11), os destroços do avião bimotor que desapareceu no domingo (10/11). A equipe de resgate constatou que não há sobreviventes, três pessoas estavam a bordo.

A 167ª Delegacia de Polícia de Paraty informou que as vítimas são o piloto Alvarindo Locatelli, de 63 anos, o empresário Eduardo Uiano, de 62 anos e dono da aeronave, e o filho dele, Gabriel Uiano, de 28 anos. Os três residiam de São Paulo.

De acordo com a nota da FAB, os destroços do bimotor modelo PA34 Sêneca foram localizados nas proximidades do Morro do Corisco por volta das 12h30 pela aeronave C-105 Amazonas do Esquadrão Pelicano. "O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa), da Aeronáutica, investigará os fatores que contribuíram para o acidente", informa a nota.

Segundo a assessoria da Aeronáutica, as buscas começaram após o desaparecimento do bimotor logo que se constatou que a aeronave não chegou ao destino no horário previsto. Além do avião da FAB que encontrou os destroço, um helicóptero do Exército e outro do Grupamento Aéreo do Estado de São Paulo também participaram das buscas.

A aeronave desapareceu após decolar de Paraty para a cidade de São Paulo, às 12h15 de domingo. De acordo com a FAB, a última indicação do radar registrou que o avião estava na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

Fonte: Correio Web