Fórum Ibero Americano conta com mais de 400 inscritos e lota auditório da OAB

São 12 conferência, 8 mini-cursos e sete conferencistas internacionais, de universidades consagradas no campo do Direito

O I Fórum Ibero Americano de Direito, que acontece na sede da OAB, de 11 até esta sexta-feira (13), já conta com mais de 400 inscritos entre estudantes e profissionais. O evento possui uma mega estrutura, com conferências, palestras, mini-cursos, uma feira de negócios jurídicos, espaço para artes, praça de alimentação e muito mais. São 12 conferência, 8 mini-cursos e sete conferencistas internacionais, de universidades consagradas no campo do Direito, como Salamanca, Saragoza, Barcelona, na Espanha, e de Coimbra, Portugal. Além de professores doutores da UFPI, UFPI, membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e muitos outros.

?As expectativas para o Fórum são muito boas. A palestra de ontem do doutor João Maurício Aldeodato incentivou a procura dos livros de sua autoria como A Retórica Constitucional e Filosofia do Direito. Os alunos e profissionais realmente investem na leitura e esse curso de Direito exige muito conhecimento. É muito importante o profissional dessa área ter uma biblioteca em sua casa.?, afirmou o vendedor e auxiliar de escritório Jeferson Laércio, da Livraria Universitária.

O evento foi aberto na noite desta quarta-feira (11), na sede da OAB-PI, com a presença de muitas autoridades, de toda a diretoria e Conselho da Ordem, estudantes, advogados, além de conferencistas de universidades brasileiras e européias.

A abertura oficial foi dada pelo presidente da Ordem, José Norberto Campelo, que ressaltou a grandeza do evento. ?Fórum que honra a todos nós com palestras tão brilhantes. Quero agradecer aos ilustres palestrantes, aos nosso patrocinadores e todos que fizeram este evento acontecer hoje?.

A mesa de honra foi composta, além do presidente da OAB, pelo desembargador e presidente do TJ-PI, Raimundo Nonato da Costa Alencar; pelo conselheiro federal da OAB-PI, Marcus Vinicius Furtado Coelho, representando o presidente do Conselho Federal, Cezar Britto; Manuel Arrey Oliver, cônsul da Espanha no Piauí; Éfren Paulo, prof. dr. da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e diretor do evento; João Batista Freitas, representando o Governador do Estado, Wellington Dias; o reitor da UFPI, Luiz dos Santos Júnior; o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, Arnaldo Boson; José Santos Chaves; o Prof. Dr. da Universidade de Pernambuco, João Maurício Adeodato; o Prof. Dr. da Universidade de Salamanca, Lorenzo Vadell; o Prof. Dr. catedrático da Universidade de Coimbra, António Pinto Monteiro; o coordenador do curso de Direto da FAP, Marcelo Leandro Pereira Lopes e por fim Jairo Cavalcante, representando o Sebrae.

Logo no início foram proclamados os hinos das três nações envolvidas no evento, Portugal, Espanha e Brasil. Seguidos das falas de Éfren Paulo, reitor Luiz Júnior e Marcus Vinícius, que em seu discurso falou em nome de Cezar Britto, presidente do Conselho Federal da OAB, que não pôde estar presente, mas que transmitiu o desejo de êxito para o evento, afirmando que o Piauí pode sim, fazer eventos como este. Ao final de seu discurso o conselheiro fez uma brincadeira ao se referir ao slogan da campanha eleitoral de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, ?Yes! We Can?.

A Escola de Música Adalgiza Paiva também abrilhantou o evento mesclando músicas regionais dos três países. A inovação foi um sanfoneiro de apenas 6 anos no grupo, que encantou pelo talento.

O evento foi fechado pela conferência de abertura proferida pelo Prof. João Maurício Adeodato, que falou sobre o tema central do fórum ?As promessas não cumpridas de 1789. Liberdade, Igualdade e Fraternidade?.

Na manhã desta quinta-feira, a palestra que abriu o dia foi o ?Salvacionismo constitucional: o intento de constitucionalizar o todo?, proferida pelo Prof. Dr. em Direito pela UFPE, Raymundo Juliano Feitosa. Em seguida, foi a vez do Prof. Dr. Jordi Gracia Viña, da Universidade de Barcelona, Espanha, com o tema ?O Direito social comunitário no século XX e as perspectivas do acordo do tratado da União Europeia?.

O I Fórum Ibero-Americano de Direito tem realização da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Secção Piauí; organização: Radical Produções;apoio da Advocacia Geral da União (AGU), Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI); instituições envolvidas: Universidade de Salamanca, Universidade de Barcelona e Universidade de Saragoza, na Espanha, Universidade Coimbra, em Portugal, Universidade Federal do Piauí ? UFPI, Universidade Federal de Pernambuco ? UFPE e Núcleo de Pesquisa e Estudos da Justiça ? NUPEJ. Apoio: Ministério da Justiça, Sebrae Piauí e FAP. www.fiad.com.br.

Fonte: Ascom