Fotógrafo é espancado por ladrão no Ceará e relata crime em rede social

Alex Gomes foi agredido com um soco na boca e perdeu um dente.

O fotógrafo Alex Gomes Furtado relatou um assalto na Praia do Futuro, um dos locais mais visitados por turistas em Fortaleza, em que teve a máquina fotográfica roubada e foi agredido. Em rede social, ele postou o que aconteceu como uma carta para o governador do Ceará, Cid Gomes. Segundo Alex, na tarde da quarta-feira (11), ele e outro fotógrafo faziam o book de um casal na faixa de areia da praia quando sete pessoas se aproximaram, roubaram as duas câmeras e pertences da noiva. Um dos ladrões deu um soco na boca de Alex. O fotógrafo quebrou um dente e teve de levar pontos no corte.


Fotógrafo é espancado por ladrão no Ceará e relata crime em rede social

Alex lembra que chegou a avistar os assaltantes se aproximar. ?Cheguei a dizer: "Gente, vamos embora. A gente vai ser assaltado". Mas não deu tempo.? O fotógrafo conta que nenhum mostrou arma. ?Todos estavam com a mão embaixo da camisa. Quando pediram a minha câmera, não quis dar porque não vi arma. Um deles me deu um soco na boca e eu fiquei sagrando muito?. De acordo com Alex, o grupo de assaltantes fugiu pela praia.

Na postagem no Facebook, que foi compartilhada mais de três mil vezes, Alex questiona o governador como vai trabalhar depois do assalto. Segundo Alex, o material de trabalho dele roubado custava R$ 3.300. ?Trabalhei dois anos para comprar à vista a câmera e poder fazer o que eu gosto. Depois de três meses acontece isso. Não tenho nem dinheiro do meu trabalho para comprar outra câmera.?

O fotógrafo afirmou que chegou a dar informações para policiais e depois seguiu para o Instituto Dr. José Frota, onde fez a foto da boca ainda ensanguentada. Quando voltou para casa após o atendimento médico, resolveu escrever na internet o caso. ?Postei aquilo porque eu estava muito revoltado. Eu postei de coração, eu não esperava ter uma repercussão. Isso se deve à revolta da população que está presa em casa com medo. Com certeza, quem compartilha já foi ou conhece alguém que foi assaltado?, diz.

Até a noite desta quinta-feira (12), nem Alex nem o outro fotógrafo haviam registrado um boletim de ocorrência do assalto. O subcomandante do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), que trabalha na área da Praia do Futuro, afirmou que acompanha o caso. Segundo ele, nenhum suspeito foi localizado nem o material roubado. O major Paulo Alberto informou que algumas áreas da praia exigem uma maior atenção dos frequentadores.

?A Praia do Futuro é bem extensa. Tem uma área bem movimentada, mas existem lugares desertos. Geralmente, as pessoas que fotografam preferem esses lugares e ficam desatentos. Infelizmente, entre as barracas têm oportunistas. Geralmente, são as mesmas pessoas e costumam agir no mesmo lugar?, afirma.

Fonte: G1