Garis não aceitam acordo em processo por comentário de Boris Casoy

Os cerca de 800 garis envolvidos no processo pedem indenização por danos morais

Os garis que processaram a TV Bandeirantes por causa de um comentário ofensivo do jornalista Boris Casoy que vazou no ar não chegaram a um acordo com a emissora, em audiência realizada pela Justiça do Rio na última quarta-feira, informa o site Última Instância.

O juiz Brenno Mascarenhas, do 4º Juizado Especial Cível do Rio, marcou uma nova audiência para o próximo dia 30, quando será lida a sentença.

Os cerca de 800 garis envolvidos no processo pedem indenização por danos morais pelas declarações do jornalista durante a edição do "Jornal da Band" do dia 31 de dezembro de 2009.

Sem saber que o áudio estava sendo transmitido, Casoy comentou: "Que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho".

O vídeo caiu na internet algumas horas depois e foi repudiado por internautas.

"Foi um erro. Vazou, era intervalo e supostamente os microfones estavam desligados", disse, em conversa com a Folha Online por telefone, na mesma semana. "Errei mesmo. Falei uma bobagem, falei uma frase infeliz. E vou pedir desculpas."

Casoy é conhecido pelo bordão "Isso é uma vergonha".

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br