Garoto de oito anos morre eletrocutado ao empinar pipa no PR

Garoto de oito anos morre eletrocutado ao empinar pipa no PR

Pipa tinha fio de cobre; menino foi levado ao hospital, mas não resistiu

Um menino de oito anos morreu na noite de terça-feira (3), no Hospital Universitário de Londrina, no norte do Paraná, após cinco dias de internamento. Ele foi eletrocutado quando empinava pipa com linha de cobre que encostou em um cabo de alta tensão.

O cobre, com exceção da prata, é considerado o melhor metal para conduzir eletricidade. E isso acentuou a consequência do choque no corpo da criança. A carga elétrica recebida por Gabriel Vieira de Queiroz foi tão alta que ficaram marcas no chão.

Empinar pipa é uma brincadeira antiga, barata e que ainda faz muito sucesso entre as crianças. Mas, ela pode ser perigosa. O capitão Rodrigo Nakamura do Corpo de Bombeiros de Londrina destacou que não se deve soltar pipa junto a rede elétrica. ?Visualmente nós enxergamos as queimaduras externas, mas a descarga elétrica também queima os órgão internos?, explicou o capitão.

Nessa diversão outro inimigo da segurança é a linha com cerol. Foi uma delas que acabou com o Natal de uma família em Londrina. Márcio Moreira de Souza, de 35 anos, voltava para casa de moto quando a linha de uma pipa enroscou no pescoço dele. O agricultor que era casado e tinha uma filha de oito anos morreu no local.

Fonte: G1