Gato que estava perdido é atingido com 13 tiros de chumbinho na cabeça e sobrevive

O caso chocou os policiais, que o classificaram como um

Um gato sobreviveu depois de ser ferido com 13 tiros de chumbinho na cabeça em uma cidade australiana.

De acordo com a polícia do estado de Victoria, o gato "Smokey", de 9 anos, estava perdido desde o dia 13. Três dias depois, ele voltou para casa, em Carisbrook, com ferimentos na cabeça. Os donos o levaram a um hospital veterinário, onde descobriram os chumbinhos em um raio-X.



Os veterinários retiraram 11 projéteis da cabeça do animal e colocaram um botão para tentar preservar o olho esquerdo do felino, ferido no ataque.

O caso chocou os policiais, que o classificaram como um "terrível ato de crueldade", e moradores da região. "Os donos tiveram sorte que a memória dele não foi afetada e ele conseguiu voltar para casa", disse o sargento Craig Pearse.

Presidente da sociedade protetora dos animais do estado de Victoria, Hugh Wirth pediu punição aos agressores de "Smokey", segundo reportagem do jornal "Herald Sun". "Provavelmente foram rapazes entre 18 e 20 anos que fizeram isso", disse Wirth, que ressaltou ainda a importância de os pais ensinarem os filhos sobre o respeito à vida.

A polícia abriu uma investigação sobre o caso.

Fonte: g1, www.g1.com.br