Gestão da OAB-PI tem aprovação de 88%, aponta levantamento

4,40% dizem que a gestão é ruim

A pesquisa realizada pelo Amostragem aponta que a atual gestão da OAB-PI, que tem Willian Guimarães como presidente, é aprovada por 88,40% dos advogados piauienses, considerando o somatório dos conceitos ótimo, bom e regular.

Segundo o levantamento, 15,60% dos entrevistados avaliam a gestão como ótima, 41,60% como boa e 31,20% consideram-na regular, somando o índice de avaliação positiva de 88,40%.

Do total de entrevistados, 4,40% dizem que a gestão é ruim e apenas 3,60% classificam-na como péssima. Outros 3,60% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa aponta que a instalação de novas salas do advogado nos fóruns e comarcas judiciais, a defesa das prerrogativas do advogado são os fatores mais destacados pelos pesquisados como avanços conquistados pela Ordem nos últimos anos.

São citados ainda a estruturação das bibliotecas, autonomia e a abertura e facilidade de acesso do advogado à Ordem. O presidente da OAB-PI, Willian Guimarães, disse que considerou o resultado positivo.

"São dados extremamente positivos porque demonstram que o trabalho que vem sendo realizado pelo grupo que está à frente da OAB-PI contempla as necessidades e demandas dos advogados, traz conquistas para a categoria e ajuda no dia a dia dos profissionais", analisa ele.


Fonte: Francy Teixeira