GM Captiva 2011 ganha novo motor e opcionais contra Honda CR-V

GM Captiva 2011 ganha novo motor e opcionais contra Honda CR-V

Motor 3.6 foi substituído por 3.0 de 7 cv a mais; versão 2.4 ganha 15 cv.

Para buscar a diferença para o Honda CR-V, a Chevrolet ?reforçou? o utilitário esportivo Captiva com mais itens de série, novas opções de motores e cores. As versões da linha 2011, que foram apresentadas nesta sexta-feira (25), permanecem as mesmas: Sport Ecotec e Sport V6 (tração dianteira e integral), com preços de R$ 90.299, R$ 96.774 e R$ 100.774, respectivamente.

Visualmente, a novidade é a opção de um novo tom preto e outro bege perolizado, a mesma cor que estreou no sedã Malibu, e o para-choque com aplique cromado no modelo topo de linha. O painel de instrumentos recebeu a iluminação ?Ice Blue? já adotada em outros integrantes da família e o revestimento interno passou a ser em couro preto ? o tom mais claro saiu do catálogo.

No pacote de série do utilitário-esportivo foram incorporados computador de bordo e comandos de som no volante. O freio de mão foi substituído por um sistema eletrônico de botão e a coluna de direção tem agora ajuste de altura e profundidade. A versão V6 incorpora ainda bancos com aquecimento e sensor de chuva. Somente para a versão com tração integral estão disponíveis sistema de som com 10 alto-falantes e câmera de ré com monitor no retrovisor interno.

Mas o principal destaque da linha 2011 é a adoção de injeção direta nos motores. Com o sistema, o propulsor 2.4 16V ganhou 15 cavalos de potência e 1 kgfm de torque, passando para 23,8 kgfm a 4.900 rpm. Já a versão V6 aposentou o 3.6 litros e traz o novo 3.0 VVT de 268 cavalos ? 7 cv a mais do que o motor maior ? e 30,6 kgfm de torque.

A transmissão também foi trocada pela mesma caixa sequencial de seis velocidades que equipa o sedã Malibu e traz a opção ECO, que muda o gerenciamento do motor e do câmbio para economizar até 5% de combustível, dependendo da forma de condução.

De acordo com a fabricante, com as alterações o SUV está quatro décimos mais rápido na aceleração de 0 a 100 km/h que é feita em 10,9 segundos na linha 2011 e até 25% menos poluente. Na cidade o consumo do modelo Ecotec é de 9,3 km/l de gasolina, ante os 8,7 km/l do modelo 2010, e na estrada de 13,6 km/l, contra os 12,8 km/l.

Desta vez, a General Motors do Brasil iniciou as vendas do modelo antes da apresentação oficial e, segundo a marca, já foram comercializadas 1.939 unidades da linha 2011. Em 2010, a média de vendas mensais foi de 1.500 unidades, encerrando o ano com 13.505 emplacamentos. O utilitário-esportivo da Honda vendeu 18.752 unidades no ano passado e em janeiro somou 1.453, enquanto que o Captiva, 1.029.





Fonte: g1, www.g1.com.br