Governador entrega cerca de 859 unidades habitacionais

"São mais de 800 famílias realizando sonhos”, frisou o governador.

Durante a solenidade de entrega de 859 unidades habitacionais nas zonas sul e norte, nos residenciais Francisco das Chagas Oliveira e Edgar Gayoso, na manhã desta terça (29), o governador Wellington Dias garantiu que em 2016 dará continuidade a todos os programas de habitação do Governo Federal no Piauí. O chefe do executivo garantiu ainda que a Caixa Econômica Federal deverá entregar, a partir de março do próximo ano, mais de três milhões de residências em todo o país.

Na oportunidade, Wellington destacou a importância de programas habitacionais, que proporcionam a realização do sonho da casa própria. “Temos aqui a Maria do Rosário, que morava de aluguel e foi contemplada com uma casa. São mais de 800 famílias realizando sonhos”, frisou o governador. Dias admitiu a necessidade de manter a construção civil ativa, para continuar garantindo a geração de empregos e o cronograma de obras.

A moradora Maria do Rosário, emocionada com o recebimento das chaves da sua casa nova, afirmou que a residência foi um presente de Deus. “Foi mesmo um sonho realizado. Agradeço à Santa Maria por isso”, comemorou a moradora do residencial Francisco das Chagas Oliveira.

Wellington Dias anunciou que o Governo Federal deve continuar cumprindo com o cronograma de entrega de casas construídas por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). “Estamos em fase de conclusão de algumas obras e, em 2016, novas etapas de programas serão lançados. Apesar da crise financeira que o país atravessa, o Brasil continua investindo nas políticas de habitação e em programas sociais que são exemplo para o mundo inteiro”, explicou Dias, enfatizando a importância da participação da iniciativa privada, como executora e apoiadora de programas habitacionais.

Segundo Nelson Sousa, vice-presidente de habitação da Caixa Econômica, no Piauí, Nelson de Sousa, a terceira etapa do Minha Casa, Minha Vida vai trazer novidades em 2016. “Será investido o montante de R$ 70 bilhões por ano em todo o Brasil. Este valor é proveniente do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)”, destacou Sousa.

Residenciais


Os residenciais Francisco da Chagas Oliveira e Edgar Gayoso são destinados a famílias que possuem renda mensal de até R$ 1.600 e fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida – Faixa 1.

O residencial Francisco das Chagas Oliveira possui 400 apartamentos com área privativa de 43 metros quadrados, distribuídas em 2 quartos, sala, cozinha, área de serviço e banheiro, com piso cerâmico em todos os ambientes. Cada unidade tem valor estimado em R$ 61 mil. Este empreendimento custou mais de R$ 24 milhões do Governo Federal e vai beneficiar mais de 1.600 pessoas.

Já o Residencial Edgar Gayoso, na zona norte, possui 459 casas, com área privativa de 40,7 metros quadrados, distribuídos em 2 quartos, sala, cozinha, área de circulação, banheiro e área de serviço externa, com piso cerâmico em todos os ambientes. O empreendimento possui 14 unidades adaptadas à necessidade de pessoas com algum tipo de deficiência. Cada unidade tem valor estimado em R$ 61 mil. A obra custou mais de R$ 27,9 milhões do Governo Federal, e vai beneficiar mais de 1800 pessoas.

Fonte: Ascom