Governo entrega série de obras em Teresina nos próximos meses

Rodoanel, pontes e escola profissionalizante estão entre as obras

Um leque de obras começa a ser entregue pelo governador Wellington Dias nas próximas semanas. Rodoanel de Teresina, ampliação da Ponte Juscelino Kubitschek, ampliação da Ponte Wall Ferraz e Centro Profissionalizante do Dirceu Arcoverde, todas na capital piauiense, em fase de conclusão, estão entre os projetos que se transformam em realidade, num investimento que chega a quase R$ 200 milhões.

Para o governador Wellington Dias, a crise econômica que assola o país e pega de cheio o Estado do Piauí restringe investimentos, prejudica as ações públicas, “mas o estado não pode parar”. Segundo ele, o seu governo trabalha no limite, com vigilância contínua sobre os gastos públicos, mas as obras que, conforme afirma, reclamam urgência por parte da população têm que ser concluídas. “Temos que nos adequar às situações e sabemos o que estamos passando e as dificuldades para mantermos o equilíbrio financeiro, mas temos que usar de toda a criatividade para mostrarmos à população a que viemos, e estamos aqui para sermos instrumentos de transformação, mesmo com todas as dificuldades”, salienta.

Rodoanel de Teresina
A obra do Rodoanel de Teresina, em sua primeira fase, tem 28,57 quilômetros de extensão e é considerada uma das mais importantes intervenções na mobilidade urbana do Estado. Foi embargada em abril de 2014, por uma decisão judicial. Em 2015, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans), retomou o projeto, cuja execução segue com previsão de entrega para agosto de 2016. O valor inicial era de R$ 97,1 milhões, mas possui um orçamento de cerca de R$ 130 milhões, incluindo as indenizações de alguns lotes, reajustes anuais e aditivos contratuais não previstos inicialmente.

“Esta é a maior obra de mobilidade urbana do Piauí em execução. Além dos inúmeros benefícios que vai proporcionar, como a desobstrução do tráfego na capital, ela já está garantindo a geração de emprego e renda para várias famílias. O Rodoanel de Teresina faz parte de um conjunto de obras que estamos realizando em várias cidades do Estado, para melhorar o trânsito e, consequentemente, a qualidade de vida da população”, afirma o governador Wellington Dias.

A previsão inicial é de que, após a inauguração, cerca de 5 mil veículos pesados deixem de trafegar pelo perímetro urbano da capital, melhorando de forma significativa a fluidez no trânsito. Além disso, o Rodoanel vai reduzindo em 15 quilômetros as distâncias entre as saídas Sul (BR 316) e Norte (BR 343) de Teresina.

Há a previsão de execução da segunda fase do projeto. A segunda etapa do Rodoanel é muito importante, uma vez que o grande fluxo de veículos pesados se dirige do sudeste do país em direção ao norte. Eles vão continuar trafegando pela região da Tabuleta e Parque Piauí, diminuindo a fluidez no trânsito. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) já está fazendo estudo de viabilidade técnica e econômica, para propor três traçados, para a escolha do melhor. “O governador Wellington Dias está muito interessado, e esperamos, em breve, confeccionar os projetos para irmos a busca dos recursos”, detalha o secretário de Estado dos Transportes (Setrans), Guilhermano Pires. A obra liga a BR 316, no Piauí, à BR 226, no Maranhão.

Ponte do Meio
A obra de ampliação da Ponte Juscelino Kubistchek, sobre o Rio Poti, em Teresina, a chamada Ponte do Meio, recebe investimento da ordem de R$ 24 milhões. O serviço compreende a construção de mais uma via de rolamento de veículos, com três faixas. Segundo o governador, a obra vai melhorar o fluxo e o descolamento no trânsito de Teresina e tem financiamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade.

De acordo com o secretário Guilhemano Pires, a ponte passará a contar com cinco faixas no sentido Centro-Leste e quatro faixas no sentido Leste-Centro, com corredores de ônibus, e ainda receberá passarela para uso de pedestres e ciclistas. Além da parte viária, o projeto aponta reforço no talude e a recuperação do entorno, o que está sendo executado. Uma passarela para descida dos pedestres até a Avenida Raul Lopes, no sentido Av. João XXIII-Frei Serafim, também está sendo construída.

Ponte Wall Ferraz
Outra obra reclamada pela população era a ampliação da Ponte Wall Ferraz, sobre o Rio Poti, de interligação entre as zonas Sul de Leste/Sudeste. O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), em parceria com a Prefeitura de Teresina, está investindo cerca de R$ 26 milhões na obra. É a segunda Ponte Wall Ferraz. "Estamos animados com o andamento dos serviços desta ponte, que agora contará com quatro novas faixas, resultando seis, com as duas já existentes”, diz Wellington Dias.

Escola Profissionalizante
Na área da educação, o governo está concluindo a construção do Centro Técnico Profissionalizante no Conjunto Residencial Manoel Evangelista, na região do Grande Dirceu, com investimento calculado em aproximadamente R$ 13 milhões,

Segundo a secretária de Estado da Educação (Seduc), Rejane Dias, o Centro Técnico Profissionalizante é uma das 308 obras que estavam paralisadas no início da sua gestão. “Posso dizer que, dessas 308 obras, 80% delas estão sendo concluídas e a parceria que a Seduc estabeleceu com a Controladoria-Geral do Estado (CGE) contribuiu para agilizar o andamento das obras”, afirma.

O Centro Técnico Profissionalizante do Conjunto Manoel Evangelista tem capacidade para 500 alunos por turno de ensino. São 12 salas de aula, 10 laboratórios, biblioteca, sala de estudo, refeitório, auditório com capacidade para 200 pessoas, anfiteatro, além do espaço destinado à área administrativa. O recurso para a construção, aquisição de equipamentos e mobiliários do Centro foi garantido por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Tesouro Estadual.

Mais obras
O governador Wellington Dias avalia que pelo menos 700 obras podem ser inauguradas ainda este ano em todo o Estado do Piauí. “A crise existe, mas também há a disposição do nosso Governo em cumprir o que prometemos, e vamos cumprir, sempre mostrando as dificuldades, prezando, sobretudo, pela transparência da gestão. Estamos envidando todos os esforços para garantir os pilares imprescindíveis do desenvolvimento e, ao mesmo tempo, olhando a segurança, a educação, o desenvolvimento econômico e as condições de trabalho do nosso funcionalismo”, conclui.

Fonte: Com informações do Portal do Governo