Governo investe R$ 200 mil em equipamentos para pesquisas na Uespi

O investimento é para o apoio ao desenvolvimento da pesquisa.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico do Piauí (Sedet) lança, em setembro, Edital de Compra de Equipamentos de Laboratórios de Pesquisa para a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) no valor global de R$ 200 mil. O investimento é para o apoio ao desenvolvimento da pesquisa no estado, fortalecendo esse segmento dentro da Uespi.
No edital, constará a possibilidade de apoiar até 15 projetos, em duas faixas: uma no valor de R$ 10 mil reais e a outra no valor de até 20 mil. O edital trará todas as regras para que os professores preparem, submetam e concorram com seus projetos, objetivando receber esse recurso que, quando disponibilizado, será depositado na conta do pesquisador para que o mesmo possa adquirir equipamentos necessários para sua pesquisa. Após a execução do projeto, os resultados devem ser apresentados para a Sedet, para prestação de contas.

 Universidade Estadual do Piauí (Uespi)
Universidade Estadual do Piauí (Uespi)

“Esse edital ajudará a fortalecer a pesquisa no estado, configurando-se como algo inédito no Piauí, pois está seguindo parâmetros semelhantes aos que ocorrem na esfera federal, em agências como o CNPq e a Finep”, disse o secretário da Sedet, Nerinho.

De acordo com o superintendente de Ciência e Tecnologia da Sedet, Thiago Carvalho, com esse edital, serão contemplados grupos de pesquisadores de diferentes campi da Uespi. “Todos os pesquisadores da Uespi, especialmente os professores doutores dos diferentes Campi do Piauí, que tenham as credenciais para desenvolvimento de pesquisa, poderão participar e, com isso, fomentar sua pesquisa”, explicou Carvalho.

Os projetos inscritos serão submetidos a consultores, que avaliarão esses trabalhos. “Serão observados critérios quanto ao método, a capacidade de gerarem bons frutos - em termos de trabalhos científicos, pesquisas que podem gerar ações inovadoras e que podem, inclusive, gerar patentes. Esses consultores serão contatados pela Sedet, por meio da Direção de Unidade de Pesquisa. Após a análise, serão divulgados os projetos contemplados”, informou o diretor de Unidade de Pesquisa da Sedet, Francisco Soares.

Ainda de acordo com Soares, essa iniciativa se junta às da Fapepi que apoia, por meio de seus editais, outros insumos. “É importante dizer que a Sedet junta-se à Fapepi, reforçando esse apoio essencial ao desenvolvimento do conhecimento científico no estado do Piauí”, finalizou o diretor.

Fonte: Assessoria