Grupo Matizes prepara a 9ª Semana do Orgulho de Ser para agosto em THE

O grupo vai se concentrar em espaços públicos, fazer panfletagens e conversar com a população sobre as temáticas abordadas na Semana do Orgulho de Ser

A 9ª Semana do Orgulho de Ser acontecerá no final de agosto e, para chamar a atenção da população para o evento e convidar os teresinenses a participarem, o Grupo Matizes deu início no último final de semana a uma série de atividades. No sábado(20) foi a vez da Praça João Luis Ferreira, no centro de Teresina receber a entidade.

O grupo vai se concentrar em espaços públicos, fazer panfletagens e conversar com a população sobre as temáticas abordadas na Semana do Orgulho de Ser, além de distribuir materiais para prevenção de DST/AIDS e realizar outras atividades. ?Estamos divulgando nosso evento em locais públicos para chamar a atenção da população, para que ela possa participar. Além disso, estamos vendendo ingressos para a festa de abertura oficial da Semana. Queremos que as pessoas participem?, disse a coordenadora geral do Matizes, Maria José Ventura.

Ela explica que a Semana não busca discutir apenas a temática relativa ao público LGBT, mas quer contemplar a diversidade de uma forma mais geral. Para isso, esse ano, eles vão abordar a temática idosos, com uma palestra e o lançamento de um livro sobre o assunto. ?Todos os anos nós escolhemos um grupo que consideramos minoria e incluímos no nosso ciclo de debates. A população de idoso hoje em dia está sendo deixada de lado, mas isso não pode acontecer. Daqui a pouco também seremos idosos e precisamos preparar a sociedade para isso?, argumentou.

A Semana do Orgulho de Ser tem o objetivo de levar o debate sobre a diversidade sexual para um público variado de estudantes, professores, servidores públicos, militantes do movimento social, dentre outros. Também são múltiplas as linguagens usadas para dialogar com o público-alvo: discurso acadêmico, música, cinema, teatro. Nesse período, haverá atividades em vários espaços de Teresina: universidades, logradouros, escolas, etc. Além de renomados pesquisadores piauienses, participarão também estudiosos de outros estados.

Fonte: Pollyana Carvalho