Gruta desaba e fiéis ficam soterrados durante celebração

Religiosos comemoravam Dia de Todos os Santos

Uma gruta desabou e religiosos ficaram soterrados na cidade de Santa Maria do Tocantins, nesta terça-feira (1º). A informação foi confirmada pelos Bombeiros, Polícia Militar, Defesa Civil e pela prefeitura da cidade. De acordo com os órgãos, os moradores estavam reunidos no local celebrando o Dia de Todos os Santos, tradição há mais de 50 anos na cidade. Não chovia no local no momento do incidente.

Durante a tarde, o Corpo de Bombeiros confirmou a que dez pessoas morreram no desabamento. As vítimas já resgatadas são duas crianças e oito adultos. De acordo com a corporação, cerca de 50 pessoas ficaram soterradas após parte do local desabar durante uma celebração. 

Os Bombeiros afirmaram que foram acionados por volta das 11h e que três equipes foram para o local. De acordo com a corporação, pelo menos 50 pessoas estavam na hora do desabamento. Três equipes do Corpo de Bombeiros estão no local, além da Defesa Civil de Palmas. Ainda de acordo a corporação, a comunicação com as equipes está prejudicada pela ausência de sinal.

Gruta desabou na região central do estado e foi escorada com pedaços de madeira (Crédito: Reprodução)
Gruta desabou na região central do estado e foi escorada com pedaços de madeira (Crédito: Reprodução)

O helicóptero da Secretaria de Segurança Pública (SSP) está a caminho de Santa Maria para ajudar no resgate das vítimas.

A prefeita da cidade, Helen Rute de Freitas, disse que a gruta fica numa região conhecida como Casa de Pedra, a cerca de 10 quilômetros da cidade, e que a celebração é tradição entre os moradores. A missa, segundo ela, é realizada na frente da gruta, mas muitas pessoas entram no local para rezar e acender velas.

Corpos foram retirados pelo Corpo de Bombeiros (Crédito: Reprodução)
Corpos foram retirados pelo Corpo de Bombeiros (Crédito: Reprodução)

"Nunca imaginávamos uma tragédia desse porte. É desesperador", lamentou a gestora.

Ela disse que toda a cidade está mobilizada. "Enviamos carros, pessoas, máquinas. Entramos em contato com prefeitos de cidades circunvizinhas, que também estão dando suporte", explicou.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, algumas vítimas já foram levadas para o hospital de Pedro Afonso, para o hospital de Guaraí e para o Hospital Geral de Palmas. A Secretaria disse também que colocou os profissionais em alerta para receber os feridos.

Fiéis na gruta no ano de 2005; celebração é tradição há mais de 50 anos na cidade (Crédito: Reprodução)
Fiéis na gruta no ano de 2005; celebração é tradição há mais de 50 anos na cidade (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1