Guia do sexo oral: o que as mulheres realmente querem?

O parceiro (a) precisa estar com vontade e se sentir confortável

Mulheres são unânimes em afirmar que o sexo oral é praticamente essencial para atingir o orgasmo e, mesmo cientes do fato, alguns homens ainda não sabem exatamente como garantir prazer a suas parceiras ou sequer se empenham para realizar o ato com intensidade.

Antes de mais nada, ao praticar sexo oral na parceira o parceiro (a) precisa estar com vontade e se sentir confortável com o ato. De nada adianta fazer carícias por obrigação ou mesmo demonstrando nojo. Se existe a vontade, dedicação é o próximo passo: movimentos empenhados, demonstração de interesse em agradar e atenção ao e se comprometer a dar prazer é essencial.

Image title

Sabendo que grande parte das mulheres só consegue atingir orgasmo através de estimulação do clitóris, o sexo oral não pode ser encarado apenas como uma preliminar. A prática pode ser realizada depois de muitos beijos, toques e carícias, fazendo com que o ato até mesmo o ponto principal de uma transa.

O homem ainda precisa estar aberto e atento para seguir as instruções da mulher na hora de praticar o sexo oral. Portanto, ouvir os pedidos da companheira, olhar nos olhos e perceber quando ela está sentindo prazer, através de gemidos e sussurros, é importante. Ficar parado no mesmo ponto, acariciando e beijando a mesma região da vagina é um erro comum e deve ser evitado.

Comece o sexo oral nos grandes lábios da vagina, vá para os pequenos e só depois faça carícias no clitóris. A língua ainda não deve se limitar ao clitóris e deve explorar toda a região. Em vez de esticar a língua para estimular o clitóris, o homem pode dar um “beijo de língua” lá embaixo, realizando movimento com os lábios também para provocar uma sensação diferente.

Enquanto beija e faz carícias com a língua, o homem pode também usar as mãos para tocar os seios da parceira e sentindo todo o seu corpo, estimulando ainda mais o prazer. O sexo oral na mulher ainda pode ganhar diferentes tipos de estímulo ao mesmo tempo, como a introdução de dedo, brinquedos eróticos ou vibrador na vagina enquanto a língua acaricia a área.

Para garantir mais prazer à parceira no ato, o homem pode colocar a mão sobre seu monte de vênus enquanto usa a boca e a língua. O simples posicionamento da mão do homem sobre a região não exige grandes malabarismos e faz com que a sensação da mulher seja ampliada, pois assim ele consegue pressionar o clitóris indiretamente, já que o órgão é grande e sua maior parte dele é interna.

Em vez de ficar apenas na posição clássica do sexo oral, deitada de costas com as pernas abertas, a mulher pode também se deitar de barriga para baixo, abrindo bem as pernas, ou mesmo na posição de quatro. Assim, o homem realiza carícias com a língua no "sentido contrário", provocando uma sensação completamente nova.


O chamado beijo grego pode ser bastante excitante, caso o casal sinta conforto e disposição na prática. A carícia nada mais é do que o passeio da língua na região do ânus, que pode ser um complemento prazeroso, já que a região é uma zona erógena rica em terminações nervosas.

Procure aprender sempre mais como dar prazer à parceira. Os homens, por acreditarem que já sabem tudo sobre sexo, podem acabar ignorando dicas e sugestões capazes de levar a companheira à loucura. Portanto, vale sempre se informar a respeito de técnicas e até mesmo de anatomia para garantir que ela tenha com um orgasmo inesquecível.

Fonte: Com informações do Bolsa de Mulher