Hackers invadem site da Cetesb e postam fotos de Carolina Dieckmann nua no página

Hackers invadem site da Cetesb e postam fotos de Carolina Dieckmann nua no página

nvasão ocorreu na tarde desta terça-feira (15

O site da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) foi invadido por hackers na tarde desta terça-feira (15). Eles colocaram fotos da atriz Carolina Dieckmann nua no lugar da página principal www.cetesb.sp.gov.br. Outras páginas internas do site, que poderiam ser acessadas via mecanismo de busca, também foram derrubadas ou ficaram com acesso muito lento.

A Cetesb disse estar ciente da invasão. A empresa disse no início da noite que pretendia tirar o site do ar. E afirmou estar "tomando todas as medidas necessárias" quanto ao ataque.

Uma assessora disse que a empresa divulgaria mais tarde uma nota sobre o caso.

"Voltar a viver"

A atriz Carolina Dieckmann falou pela primeira vez, no Jornal Nacional da noite desta segunda-feira (14), sobre o roubo de 36 fotos íntimas, que foram publicadas na internet. "Acho que agora vou poder voltar a viver, porque minha vida estava em suspenso", disse, sobre o alívio que sentiu pela polícia ter encontrado suspeitos. Em entrevista a Patrícia Poeta, ela disse que "nunca" cogitou ceder à extorsão - a atriz afirma ter recebido um pedido de R$ 10 mil para evitar a publicação das imagens.

A polícia identificou quatro suspeitos de terem roubado as fotos do computador da atriz. Os envolvidos serão indiciados por furto, extorsão qualificada - e difamação.

Nunca serão eliminadas

Em entrevista, Thiago Tavares, presidente da Safernet, organização não governamental de defesa dos direitos humanos na rede, as fotos íntimas da atriz Carolina Dieckmann, que vazaram na internet no dia 4 de maio, ?nunca? poderão ser completamente eliminadas da rede.

?Essas fotos já se perpetuaram na rede. Fizemos um levantamento que mediu a propagação em apenas um pedaço da internet, uma fatia da rede, que é a web?, contou Tavares. ?Além disso, as imagens estão salvas em centenas de milhares de HDs. Não tem mais como voltar a ser privado.?

Fonte: G1