Helicóptero do Corpo de Bombeiros é tirado do mar após queda na Praia de Copacabana

Helicóptero do Corpo de Bombeiros é tirado do mar após queda na Praia de Copacabana

Segundo comandante, os 4 tripulantes foram resgatados com ferimentos leves.

Foi retirado do mar na madrugada deste domingo (30) o helicóptero Águia do Grupamento Aeromarítimo do Corpo de Bombeiros, que caiu na tarde deste sábado (29), na Praia de Copacabana, na altura do Posto 2, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

A aeronave, tripulada por quatro militares, fazia salvamentos de rotina na praia, quando aconteceu o acidente. Ninguém ficou ferido gravemente. A Força Aérea Brasileira investigará as causas da queda.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, informou no sábado que os tripulantes foram resgatados com ferimentos leves.

"É a primeira vez que isso acontece com uma aeronave da corporação, e ainda não sabemos o que provocou o acidente. Só sei que os tripulantes foram resgatados com vida, apenas com ferimentos leves", disse Simões.

De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, o piloto e um dos tripulantes foram encaminhados para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul da cidade, e passam bem. Um deles foi ferido no joelho.

Eles serão transferidos para o Hospital Central Aristarcho Pessoa (HCAP), dos bombeiros, no Rio Comprido, na Zona Norte.

Equipes da corporação enviadas para o resgate permanecem no local.

O acidente chamou a atenção dos banhistas que aproveitavam o sábado de sol e calor na Praia de Copacabana. Foi o caso de Wagner Marçal, que registrou com um celular os momentos seguintes à queda da aeronave.

Fonte: G1