HGV abre inscrições para Residência Médica e se consolida como Hospital de Ensino

O Edital do processo seletivo está disponível no site (nucepe.uespi.br) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) abre inscrições para o processo seletivo para 18 vagas para as Residências Médicas.  Com isso, o HGV assume, a partir de agora, a missão de promover a formação de profissionais com autonomia para desenvolver suas competências na área de saúde do Estado. As inscrições começam amanhã, dia 30, e vão até dia 6 de fevereiro.

Segundo a diretora geral do HGV, Clara Leal, a medida foi homologada em plenária pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), tornando o HGV apto a realizar processo seletivo para a Residência Médica se consolidando como Hospital de Ensino na pós-graduação.

A Coordenadora da Comissão de Residência Médica do HGV (COREME), a médica Ione Lopes, explica que o HGV embora já servisse de campo de treinamento tanto para as Universidades Federais e Estaduais, ele não possuía o mérito e nem autonomia para realizar processo seletivo e assumir a Residência. “Agora, o MEC decidiu que o HGV possui todas as condições e preenche todos os requisitos para assumir a pós-graduação”, explica.

O processo seletivo inclui as áreas de Clínica Médica (04), Geral (04), Nefrologia (02), Ginecologia e Obstetrícia (05), Medicina Intensiva (02) e Otorrino (01). O Edital do processo seletivo está disponível no site (nucepe.uespi.br)  da Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

A vice-coordenadora da COREME do HGV e coordenadora da pós-graduação do Centro de Ciências da UESPI, Celina Castelo Branco, disse que aumenta a responsabilidade do HGV em contribuir para a profissionalização, além de ofertar aos usuários do SUS um profissional qualificado para prestar uma assistência humanizada e com qualidade, atendendo desta forma ao modelo assistencial e ao conceito ampliado de saúde. “O HGV já era uma campo de ensino e de pesquisa para a formação de profissionais na graduação e agora se consolida na formação de profissionais na pós-graduação também”, ressalta a coordenadora.

Fonte: Assessoria