HGV realiza mutirão de diagnóstico da hanseníase neste Sábado

Os atendimentos começam a partir das 8h

A Clínica Dermatológica do Hospital Getúlio Vargas (HGV) realiza neste sábado (19) o mutirão de diagnóstico para identificar casos de hanseníase. Os atendimentos começam a partir das 8h e terminam as 15 horas.

Segundo o coordenador da clínica Dermatológica do HGV, Jesuíto Montoril, o Mutirão será em parceria com a Fundação Municipal de Saúde.  Trabalharão no Mutirão, além do dermatologista Jesuíto Montoril. as médicas Sheila Castelo Branco e Tamara Stelvia.

Em entrevista, o coordenador do Mutirão da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Kelsen Eulálio, disse que em 2014 foram registrados 330 casos da doença em Teresina, sendo 19 deles diagnosticados em crianças. O número ainda é bem inferior a 800 ou 600 ocorrências que eram notificadas há 10 anos.

A principal característica da hanseníase é a apresentação de manchas claras ou avermelhadas, que perdem a sensibilidade. Quem apresentar este sintoma deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa para ser atendido por um médico.
Kelsen Eulálio disse que a doença é curável e tratamento feito por polioquimioterapia, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Clínica Dermatológica do HGV
Clínica Dermatológica do HGV
Fonte: Ascom