HGV realizou quase mil cirurgias em regime de mutirão

No período de um ano, 971 pacientes foram beneficiados

Em um ano, 971 pacientes foram beneficiados com cirurgias em diversas especialidades, em 37 mutirões promovidos pelo Hospital Getúlio Vargas (HGV). Neste sábado (27), mais 30 cirurgias ortopédicas e duas neurológicas serão feitas em regime de mutirão.

Segundo a diretora-geral do HGV, Clara Leal, a ação faz parte de um esforço conjunto entre Secretaria deEstado da Saúde e direção do HGV para agilizar o atendimento de pacientes que necessitam de procedimento cirúrgico de média e alta complexidade na capital e nos municípios do Piauí.

Segundo levantamento realizado pelo setor de Internação do HGV, das 971 pessoas atendidas em mutirões no período de julho de 2015 a julho de 2016, 49,53% eram pacientes que necessitavam de procedimentos na área de ortopedia. As especialidades contempladas, além de ortopedia, foram cirurgia geral, urologia, ginecologia, oftalmologia, otorrinolaringologia, vascular, neurologia e plástica.

Mutirão de cirurgias no Hospital Getúlio Vargas
Mutirão de cirurgias no Hospital Getúlio Vargas

De acordo com dados do Sistema de Informação do HGV, em 2014, eram 4.246 pacientes aguardando por um procedimento cirúrgico no Ambulatório Integrado Dirceu Mendes Arcoverde (Prédio Azul), com a realização de mutirões e a implantação do terceiro turno de cirurgias, houve uma redução de 50% no volume de pacientes.

A fila da ortopedia foi a que mais sofreu redução, dos 2.203 pacientes que aguardavam em 2014, hoje são apenas 328 pacientes esperando por um procedimento ortopédico. “Ainda temos pacientes em fila de espera, mas estamos trabalhando para reduzir ainda mais”, acrescenta Clara Leal.

Fonte: CCOM