HIV: Nova vacina contra o vírus será testada na África do Sul

A HVTN 100 sofreu algumas modificações por pesquisadores norte-americanos, a fim de que possa agir contra um subtipo do vírus que atinge preferencialmente a África do Sul.

Estudos apontam que a África do Sul é o país com maiores índices de HIV no mundo.

Uma pesquisa revelou que, em 2012, cerca de 6,1 milhões de sul africanos foram confirmados como portadores da doença.

Mediante tal situação que se agrava a cada dia mais no país, a África do Sul foi escolhida para participar de um teste clínico de uma nova vacina contra o HIV.

Batizada de HVTN 100, a vacina é uma adaptação da RV144, que apresentou grande eficácia quando testada na Tailândia, em 2003.

A HVTN 100 sofreu algumas modificações por pesquisadores norte-americanos, a fim de que possa agir contra um subtipo do vírus que atinge preferencialmente a África do Sul.

“A HVTN 100 foi melhorada a partir das descobertas originadas da RV 144. Com isso, criamos uma vacina com maior nível de proteção e duração. Os testes irão confirmar ou não essas nossas hipóteses quanto a eficácia da nova vacina”, disse a Dra. Linda-Gail Bekker, diretora do Desmond Tutu HIV Centre na Universidade de Cape Town.

Para a testagem a pesquisa contará com 252 adultos heterossexuais, com idades entre 18 e 40 anos, sem a infecção com o vírus. Durante todo o ano, oito doses da vacina serão aplicadas neles, e além disso, será utilizado um placebo em uma parte dos participantes.

Os pesquisadores responsáveis pela testagem estipulam que o resultado da vacina poderá ser obtido em dois anos.




Fonte: Gadoo