Homem admite morte do padrasto e diz que planejou quando era criança

Ele foi detido na noite da quarta-feira (5), na Rua Acari, localizada no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.


Homem admite morte do padrasto e diz que planejou crime quando era criança

Nesta quinta-feira (6), a polícia apresentou um homem preso após matar o padrasto. Ele foi detido na noite da quarta-feira (5), na Rua Acari, localizada no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Luciano da Conceição Silva, de 20 anos, confessou ter cometido o crime.

Segundo a Polícia Civil, Luciano matou Antônio Liberato Alves, de 35 anos, com uma facada no pescoço em abril de 2012. A prisão do suspeito foi realizada com um mandado de prisão emitido no dia 8 de janeiro deste ano.

Ao site, Luciano disse que havia prometido matar o padrasto para a mãe ainda quando era criança. De acordo com o suspeito, o homem agredia a esposa. "Eu falei pra ela que ia matá-lo quando crescesse. Não gosto de homem que bate em mulher, então não me arrependo", confessou.

O titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, informou que o crime aconteceu após a mãe do acusado sofrer um grave ferimento causado pelo marido. "A versão dele é que a mãe sofria bastante. Ele sabia que o procurávamos há algum tempo na Zona Leste, então sempre fugia, porém descobrimos o paradeiro dele e efetivamos a apreensão", disse.

Luciano será encaminhado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, localizada na Avenida Sete de Setembro, Centro de Manaus, ainda nesta quinta-feira (6).

Fonte: G1