Homem cria cimento que brilha para iluminar as estradas

A energia do sol absorvida durante o dia alimenta a iluminação.

Desenvolvido pelo pesquisador e PhD. José Carlos Rubio, da Universidade de Michoacan de San Nicolas Hidalgo, no México, o “cimento brilhante” é uma alternativa mais sustentável para iluminar as estradas.

Ele é uma espécie de gel que absorve a energia do sol e a devolve para o meio ambiente na forma de luz. Basicamente, ele é feito de areia e argila, e o seu único resíduo é o vapor de água. O seu tempo de vida útil é de incríveis cem anos!

A energia do sol absorvida durante o dia alimenta a iluminação da estrada por até 12 horas. Segundo Rubio, ainda é possível controlar a intensidade das luzes (azul e verde) não atrapalhem os ciclistas e motoristas.

“Uma vez que o material é carregada por um período de 10 a 12 horas tem a possibilidade de emitir luz, começando com uma luz intensa que logo vai diminuindo gradualmente por períodos de 8 a 12 horas, dependendo da qualidade do material e da intensidade da carga”, disse o cientista a um jornal local.

Rubio já recebeu propostas para ter distribuidores e agentes de venda do cimento em países como Argentina, Brasil, Chile e Espanha, onde já tem pessoas interessadas na aplicação do cimento nas estradas.

Em fase de adaptação, a tecnologia também deve ser usada na fabricação de outros produtos da construção civil, diminuindo o consumo de energia elétrica na iluminação de ambientes ao ar livre.

Cimento brilhante (Crédito: Reprodução)
Cimento brilhante (Crédito: Reprodução)


Fonte: Razoes Para Acreditar