Homem destrói imagens religiosas e alega "pedido de Jesus"

Imagens de Iemanjá e de Orixá ficaram completamente destruídas

Um homem de 41 anos quebrou várias imagens que estavam na porta de uma loja de artigos religiosos no centro de Santos, no litoral de São Paulo.


Homem destrói imagens religiosas e alega

O dono do comércio observou o homem quebrando as imagens de Iemanjá e de Oxalá e resolveu chamar a Polícia Militar. O proprietário recolheu as imagens e registrou um boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial de Santos. Segundo a polícia, durante o depoimento, o suspeito alegou que cometeu o vandalismo "a pedido de Jesus". Ele foi liberado pela polícia após prestar esclarecimentos.

Fonte: G1