Homem morre envenenado por um bombom de chocolate; acusado está preso

A caixa foi deixada por uma pessoa que já está presa

Um bombom envenenado causou a morte de um homem. O suspeito, de acordo com a Polícia, está preso em Erechim, no Rio Grande do Sul.

A polícia analisou as imagens do circuito interno do cor​reio, e prendeu Rinaldo Magarinos Vernes, suspeito de ter enviado os bombons envenenados, com um nome falso, para a ex-namorada.

A diarista Cátia Passarini falou para o irmão jogar a encomenda fora, mas o rapaz já tinha comido um bombom e oferecido os chocolates aos colegas de trabalho, em uma oficina mecânica.


O irmão de Cátia está internado, fora de perigo. O colega dele, Álvaro Antônio Duarte, morreu depois de comer o chocolate.

 

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no facebook

Fonte: Jornal Hoje