Homem paga R$ 6 mil para matar colega que ganha mais que ele

A vítima foi assassinada com um tiro na cabeça

Inveja de um colega de trabalho que ganhava um pouco a mais foi a motivação de um crime que chocou Alagoas. Abinael Ramos Saldanha, 25 anos, evangélico e um analista de sistemas bem sucedido, foi morto com um tiro na cabeça por ordem de um colega de trabalho, Ericksen Dowell, 30 anos.

De acordo com o delegado que investigou o crime, Ronilson Medeiros, o inquérito ainda está em andamento, mas Ericksen Dowell confessou ser o autor intelectual e ter contratado Jalves Ferreira para matar Abinael.

A motivação do homicídio, segundo Ronilson, foi mesmo a intenção de Ericksen de tomar o lugar de Abinael na empresa onde os dois trabalhavam, em Maceió. O autor intelectual estava sendo treinado pela própria vítima para assumir a função de supervisor. Ericksen tinha um salário de R$ 1.400, enquanto Abinael, que era gerente, recebia R$ 2.700.

"Um erro da empresa onde eles trabalhavam fez com que Ericksen recebesse um e-mail com todos os valores de salários da empresa. Foi quando ele ficou sabendo que Abinael recebia quase que o dobro, o que teria resultado no plano", concluiu.

Abinael Ramos Saldanha
Abinael Ramos Saldanha

Por conta da ambição de ocupar o lugar da vítima, Ericksen teria contratado Jalves Ferreira por R$ 6 mil, tendo pago duas parcelas que somavam R$ 4.400, restando ainda saldo devedor.

Segundo contou o delegado, os dois atraíram Abinael informando que o pneu do carro de Ericksen havia furado. A vítima ajudou a trocar o pneu e, logo depois, foi colocada dentro do carro por Jalves e levado até o local onde foi achado morto, em Rio Largo, cidade da região metropolitana de Maceió.

O diretor do Instituto Médico Legal (IML) de Alagoas, o médico Fernando Marcelo, informou que ele foi assassinado com apenas um tiro na nuca. O projétil teria transfixado o crânio de Abinael, saindo pela têmpora esquerda. Ericksen Dowell teria esperado a notícia da morte em um bar.

Ericksen Dowell pagou R$ 6 mil para matar colega de trabalho
Ericksen Dowell pagou R$ 6 mil para matar colega de trabalho



Fonte: r7