Homem sofre infarto e morre durante torneio de futebol

Jesuíno Alves de Sá, de 32 anos, participava de um torneio da cidade pela equipe

Fazer exercícios físicos poucas vezes por semana ao invés de fazer bem, pode ser um problema para a saúde. Segundo médicos, os peladeiros de fim de semana, aqueles cuja única atividade física é o futebol no sábado ou no domingo, correm mais risco de sofrer lesão muscular ou até infartos.


Homem sofre infarto e morre durante torneio de futebol

Foi o que aconteceu na tarde deste sábado (10) com um homem de 32 anos no município de Poço Dantas (a 483 quilômetros de João Pessoa), localizado no Alto Sertão da Paraíba. Jesuíno Alves de Sá, de 32 anos, participava de um torneio da cidade pela equipe "Amigos de Poço Dantas", quando passou mal aos 44 minutos do segundo tempo, caiu desmaiado e sofreu um infarto. Ele ainda foi socorrido para um hospital da cidade, mas no caminho não resistiu e morreu.

O corpo do jovem está sendo velado por familiares e amigos na sua residência e o sepultamento será neste domingo às 16h no cemitério Jesus Maria José em Poço Dantas.

O Mistério da Saúde alerta que os atletas de final de semana correm mais risco de lesões e problemas do coração. ?Elas submetem o organismo a uma carga muito grande de exercício e isso pode expô-los sobre os mais variados problemas cardiológicos, como um infarto, arritmias graves e problemas mesmo que podem levar à morte súbita?, alertou o MS.

Os especialistas dizem que o ideal é a pessoa se exercitar todos os dias. Se não for possível, a atividade física deve ser feita no mínimo três vezes por semana, e nesse caso deve ser em dias alternados, ou seja, não adianta malhar três dias seguidos e passar quatro sem fazer nada. Se a pessoa realmente não tem tempo, deve, então, deixar o elevador de lado e subir as escadas do local onde trabalha ou mora, e ainda descer do ônibus algumas paradas antes para dar uma caminhada.

Fonte: Portal Correio