Homicídios de mulheres aumentaram 46, 9% em 10 anos no Piauí

Dados preocupantes são do Mapa da Violência 2015.

Os homicídios contra mulheres amantaram 46, 9% em 10 anos no Piauí, segundo informa o Mapa da Violência 2015. O estudo também apresenta os lindices das principais capitais do país. Teresina aparece na 22 posição no ranking de feminicídio. Em 10 anos, houve um aumento de 84,6% no número de casos. No último final de semana, uma grávida de 4 meses foi assassinada a tiros dentro da casa onde morava, no bairro Vale Quem Tem, na zona Leste de Teresina.

De acordo com informações da delegada da Delegacia da Mulher, Anamelka Albuquerque Formiga, que é coordenadora do Núcleo de Feminicídios, o caso está sendo investigado. “A Delegacia de Homicídios, que fez o levantamento no local, passou o caso para Delegacia de Feminicídios. Então, quando a gente recebe esses casos para investigar, é porque já existe indícios suficientes que já apontam realmente para pratica de feminicídio”, afirmou a delegada.

Como parte da programação do Março Mulher, a Coordenadoria do Estado de Políticas para Mulheres, realizará uma semana de conversas para tratar sobre a violência enfrentada pelas mulheres.

“As rodas de conversas vão acontecer de 08, 09 a 10 de março, no Auditório Central do Instituo Federal do Piauí (IFPI), onde será abordado os vários tipos de violências sofridos pelas mulheres”, disse uma das organizadoras.

Delegacia da Mulher, Anamelka Albuquerque Formiga, que é coordenadora do Núcleo de Feminicídios
Delegacia da Mulher, Anamelka Albuquerque Formiga, que é coordenadora do Núcleo de Feminicídios
Grávida de 4 meses assassinada a tiros dentro da casa onde morava, no bairro Vale Quem Tem
Grávida de 4 meses assassinada a tiros dentro da casa onde morava, no bairro Vale Quem Tem




Fonte: Portal Meio Norte