Hospital Getúlio Vargas planeja aumento de leitos de UTI

HGV fecha 2015 com saldo positivo e a meta é ampliar mais 14 leitos

A diretora do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Clara Leal, fez um balanço das ações realizadas em 2015 e diz que o hospital termina o ano com saldo positivo. Segundo ela, em 2015, houve um aumento da oferta de consultas, exames e cirurgias. Para 2016, já está previsto no planejamento, a renovação do parque tecnológico com aquisição de equipamentos modernos e o aumento de 14 leitos de UTI.

“Em 2015, conseguimos aumentar as cirurgias na tentativa de reduzir as filas de espera, estamos fazendo uma média de 1.150 cirurgias mês, enquanto a média era de 650/mês. Aumentamos a oferta de consultas, passamos de 7.500 para 10.400 consultas/mês, um aumento de mais de 40% em relação ao ano passado. E também aumentamos a oferta de exames e internações”, destaca a diretora.

Segundo Clara Leal, todas essas conquistas somente foram possíveis devido ao esforço conjunto do Governo do Estado, por meio da secretaria Estadual da Saúde. Ela destaca ainda o aumento do número de atendimentos de pacientes de outras Unidades. Até agora, já foram transferidos 3.130 pacientes do HUT; de outras Unidades de Teresina e dos hospitais do interior do Estado.

Para 2016, a diretora diz que está previsto no planejamento a renovação do parque tecnológico do hospital, com aquisição de muitos equipamentos modernos para beneficiar a população e ampliar a capacidade resolutiva do hospital, com melhoria da qualidade de atendimento ao paciente.

Além do aumento de mais 14 leitos de UTI e planejamento de reforma para as clínicas que estão com suas estruturas físicas desgastadas, está previsto também, a contratação de pessoal para suprir a carência de profissionais existentes no hospital.

Fonte: Com informações da Prefeitura de Teresina