Hospital Justino Luz do município de Picos vai receber 30 UTIs

A informação é da secretaria estadual de saúde.

Para melhorar a qualidade de vida dos piauienses, suprindo a necessidade de atendimento de urgência, além da normalidade do atendimento básico, o Governo do Piauí, através da Secretaria do Estado da Saúde (Sesapi), está implantando cerca de 100 Unidades de Terapia Intensiva em vários municípios do estado.

Em Picos, o Hospital Regional Justino Luz, foi contemplado com 30 leitos de UTI, que serão divididos entre UTI neonatal, adulta e Unidade Intermediária, para a realização de atendimentos de alta complexidade.

De acordo com o superintendente estadual de assistência hospitalar, Gerardo Rebelo, reuniões com os profissionais da saúde de diferentes pólos regionais, estão acontecendo em todo o estado, com o objetivo de chamar atenção desses profissionais para a responsabilidade e o compromisso com a população.

“O objetivo é potencializar e avançar os atendimentos nas grandes regionais, como por exemplo, Parnaíba, Teresina, Picos, Floriano, Bom Jesus, e Uruçuí.

O objetivo é que essas cinco macrorregiões sejam otimizadas para que o atendimento na realidade, não seja sempre vocacionado para Teresina, mas aconteça nas grandes regiões, e com isso possa melhorar a qualidade de vida da população em cada uma dessas regionais”.

Os serviços e a nova estrutura dos polos de saúde são essenciais, não somente para descentralizar os atendimentos e evitar a superlotação nos hospitais públicos de Teresina, mas principalmente para que esses hospitais recebam uma estrutura para melhor atender à população.

O superintendente Gerardo Rebelo, destaca que o secretário Francisco Costa, ao assumir a Secretaria de Saúde, teve a preocupação e a iniciativa de realizar um estudo sobre a situação da área no estado, e se deparou com uma realidade nada agradável, várias obras paradas. A solução de imediato foi a retomada de obras e reunir os profissionais da saúde para lembrá-los do compromisso com o atendimento à população.

“A necessidade de realmente se ver um novo panorama, foi com grandes obras paradas, especificamente na área da saúde. Designado pelo governador Wellington Dias, para assumir a Secretaria de Saúde, Francisco Costa retomou essas obras. Realizamos um estudo, e pela necessidade, como também pelo clamor da sociedade, essas obras foram retomadas.

Picos é uma grande região em que as pessoas clamam por saúde. Nossa visita aqui é para tentar reestabelecer de forma imediata, não somente a parte física, mas também a operacional.

Tenho certeza que com a conclusão dessas obras a população de Picos vai ter orgulho de ser dessa região, esse é o objetivo, e essa é uma política marcante na área da saúde determinada pelo governador Wellington Dias”.

Segundo o diretor do Hospital Justino Luz, Valério Azevedo, as obras que tiveram início em outubro de 2013, ficaram paralisada por meses e foram retomadas em fevereiro deste ano.

O administrador ressalta que a ampliação do prédio é essencial para descentralizar os atendimentos de média e alta complexidade no interior do estado.

“A resolubilidade vai ser bem maior no tocante a realização de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, assim como também a assistência a pacientes críticos”.

Recentemente o Hospital Justino Luz foi contemplado no programa de rede do Ministério da Saúde com um centro de parto normal. O Centro será construído em anexo a estrutura do prédio da casa de saúde, onde vai oferecer uma estrutura de parto humanizado com cinco salas equipadas com o que há de mais moderno em termos de obstetrícia e estrutura assistencial.

Fonte: Jornal Meio Norte