Iaspi melhora atenção ao servidor público na área da saúde no Piauí

O Iaspi cuida do Iaspi Saúde e do Plamta.

A reforma administrativa aprovada pela Assembleia Legislativa este ano separou a gestão dos planos de saúde Iapep Saúde e Plamta e a área de Previdência do Governo do Estado. A separação melhorou o atendimento e a atenção ao servidor, pois o Iaspi (Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Estado do Piauí) foca no que interesse ao órgão: garantir saúde e assistência.

"O Iaspi cuida do Iaspi Saúde e do Plamta. O primeiro oferece atendimento ambulatorial e de urgência, enquanto o segundo trata de internação, cirurgias e procedimentos de alto custo", explica a diretora-geral do Instituto, médico oncologista Daniele Aita.

Daniele ressalta que os 390 mil beneficiários dos dois planos contam com maior atenção a partir da criação do Iaspi.

As atribuições referentes à previdência (pensão e aposentadoria), além da colônia de férias do servidor, agora estão atreladas à Secretaria de Administração, através de órgão específico. "Estamos em um processo de transição", explica. Por isso mesmo, parte da previdência ainda funciona no prédio sede do Iaspi, no Centro de Teresina.

Com o tempo, os serviços hoje realizados em imóvel do bairro Marquês, na zona Norte de Teresina, passarão a funcionar também no prédio sede.

Daniel Aita conta que o servidor tem elogiado a mudança proporcionada pela reforma administrativa.

"Ele se beneficiou, assim como os prestadores de serviços e todo o segmento que depende do bom funcionamento dos planos", diz a diretora-geral, destacando a boa qualidade da rede credenciada.

"Teremos o fortalecimento gradativo dos planos de saúde e de todo o segmento dependente deles", comenta, lembrando do baixo custo dos planos para o funcionário público. O Iaspi Saúde desconta apenas 2,8% da remuneração do servidor, oferecendo serviços que beneficiam toda a família do funcionário. Além disso, a odontologia está inserida nos planos, um diferencial que nem mesmo a iniciativa privada costuma garantir.

Já o Plamta tem tabela fixa divulgada anualmente, que começa com o valor de R$ 37. "A Lei da Reforma Administrativa, aprovada em 18 de julho este ano pela Assembleia, de número 6.672, trouxe benefícios para os servidores", conclui a diretora-geral.

Fonte: Jornal Meio Norte