IBAMA vai oferecer suporte na fiscalização à caça ilegal  na Serra das Confusões

IBAMA vai oferecer suporte na fiscalização à caça ilegal na Serra das Confusões

O lugar é pouco acessível e se transformou num misto de preocupação e necessidade urgente de iniciativa.

O superintendente do IBAMA, Manoel Borges, considera preocupante o nível que alcançou a caça ilegal no Parque Nacional da Serra das Confusões, localizado na região sudoeste do estado do Piauí. Guaritas, abandonadas por antigos ocupantes da área, hoje servem de ponto de encontro para caçadores, tornando-se um agravante à proteção do parque.

O lugar, considerado base para as caçadas, é pouco acessível e se transformou num misto de preocupação e necessidade urgente de iniciativa. A comprovação está na presença de lixo urbano, restos de água, restos de fogueiras, fogões rústicos para preparo de caças e de comidas, baganas de cigarros, etc.

A falta de servidores é o fator mais preocupante para autoridades, o que torna difícil a fiscalização da área de proteção, tornando o parque vulnerável à ação dos caçadores.

Outro fator que ganha a atenção de ambientalistas e do IBAMA é a prática de utilização do fogo para a caça. Esta modalidade faz com que os animais, afugentados pelo fogo, corram em direção aos caçadores.

O ambientalista e apresentador do programa Incrível da Rede Meio Norte, Alcide Filho, afirma que a natureza se equilibra no que ele denomina de ?tripé? da natureza: o meio abiótico (o sol, a água e o ar); o meio vegetal (todas as plantas); e o meio animal. Segundo ele, uma ?rasteira? em um desses tripés ocasiona danos aos demais tripés e à sociedade, o que pode ser considerado um crime ambiental punível. ?Não podemos desmontar os sistemas ecológicos naturais?, diz ele após pedir providências.

Como medida, o superintendente do IBAMA, Manoel Borges, garante apoio na cobertura visando colaborar nas operações de fiscalização das unidades. ?São prioridades nossas, esse trabalho de controle de fiscalização. Nós vamos intensificar mais as operações nessa região. A gente vai colocar servidores que protejam aquelas unidades?.

O parque Nacional da Serra das Confusões está distribuído pelos municípios de Alvorada do Gurguéia, Bom Jesus, Brejo do Piauí, Canto do Buriti, Caracol, Cristino Castro, Curimatá, Guaribas, Jurema, Redenção do Gurgueia, Santa Luz e Tamboril do Piauí.

Fonte: Denison Duarte