Idoso apanha após jogar água em estudante que urinava em sua casa

O jovem admitiu à policia que empurrou o aposentado e afirma que, depois, pediu desculpas.


Um aposentado de 81 anos diz que foi agredido com socos e pontapés após jogar água num estudante de 19 anos que urinava na casa do idoso, na noite de sexta-feira (27), em Santo André, no ABC.

O jovem admitiu à policia que empurrou o aposentado e afirma que, depois, pediu desculpas.

Em um vídeo feito por uma vizinha durante o socorro, o idoso comenta a agressão. "Ele estava fazendo xixi no meu portão. Eu peguei e falei para ele que lá não era lugar de fazer xixi. E ele pegou e começou a me xingar. Aí eu falei: 'se você não parar de fazer xixi, eu vou pegar a mangueira e vou jogar água em você'", disse o idoso Ítalo Paschoalini. "E ele não parou de fazer xixi, eu peguei e saí com a mangueira. Aí foi, eu toquei água nele e ele me agrediu."

A família pediu que as imagens do vídeo não fossem divulgadas. O site não conseguiu localizar o jovem para comentar o assunto. Ele participava de uma festa de universitários numa república estudantil a cerca de 30 metros da casa de Paschoalini. Em depoimento à polícia, o aluno confirmou que urinava no muro e empurrou o idoso após ser molhado. Em seguida, teria se arrependido.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o agressor não foi preso. Ele prestou esclarecimentos e irá responder em liberdade ao crime de lesão corporal e perturbação da tranquilidade em liberdade. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial da cidade.

O caso

Segundo a pasta, por volta das 20h30 da sexta-feira passada, o idoso e o estudante se desentenderam na frente da casa da vítima na Rua Suíça, Parque das Nações.

Na versão do homem de 81 anos, o jovem urinava em frente ao muro de sua casa quando ele pediu que não fizesse isso ali. O rapaz teria se recusado a ir embora e o idoso jogou água nele. Em seguida, o universitário “passou a agredi-lo com socos e chutes”.

Na versão do estudante de 19 anos, ele confirmou que urinou na frente da casa do idoso, que jogou água nele. Em seguida, admitiu ter empurrado o dono do imóvel , mas “o levantou e pediu desculpas”.

Chamados por vizinhos e testemunhas para atender a ocorrência, policiais militares foram ao local e encontraram o idoso com a camisa ensanguentada, sendo preciso levá-lo a uma unidade médica, onde ficou internado e depois acabou liberado.

"Meu avô ficou com o olho roxo, levou dois pontos no braço e mais quatro pontos na testa", disse Debora Vaccari, que tornou o caso público ao postar a foto do avô e do estudante no Facebook. As imagens acabaram compartilhadas pelos internautas. "Eu coloquei o Facebook do agressor porque a gente fica tão chocado e transtornado. É um negócio tão surreal que um estudante de 19 anos possa fazer isso que tenho medo pelos outros idosos."

Segundo o boletim de ocorrência, após a agressão, o universitário teria sido impedido de voltar à festa pelos outros frequentadores. Mais de 200 pessoas participavam do encontro. Um dos organizadores do evento alegou que não viu a briga e que o encontro visava arrecadar dinheiro para a construção de moradias estudantis. Vizinhos reclamaram que no local há consumo de drogas e os alunos fazem sexo em via pública.

 

 

Fonte: g1