Durante a madrugada, idoso morre afogado dentro de casa em enchente

Durante a madrugada, idoso morre afogado dentro de casa em enchente

Moradores se refugiaram no telhado enquanto aguardavam o socorro dos Bombeiros

Um idoso morreu afogado em casa durante uma enchente na madrugada deste s?bado (7) no bairro Cidade Industrial, em Curitiba.?De acordo com o Corpo de Bombeiros, o idoso, que tinha 78 anos e sofria problemas de sa?de, n?o conseguiu fugir da correnteza quando a ?gua invadiu sua resid?ncia. ? a primeira morte confirmada em virtude das chuvas que alagaram diversos pontos da cidade nesta madrugada.

A regi?o Sul foi a mais atingida, com pontos de alagamento nos bairros Cidade Industrial, Boqueir?o, Fazendinha e Uberaba. Moradores da Cidade Industrial come?aram um protesto por volta das 10h30, fechando a avenida Juscelino Kubitscheck, o trecho urbano da rodovia BR-376. Os manifestantes fizeram uma barricada e queimaram pneus na pista. Por volta das 12h, o congestionamento era de cinco quil?metros em ambos os sentidos da pista.

Tamb?m h? registro de protestos na rua Cid Campelo, na Cidade Industrial, e na rua das Carmelitas, no Hauer, que foi fechada por cerca de cem manifestantes.

A BR-376 alagou durante a madrugada, assim como diversas vilas do entorno pertencentes ? Cidade Industrial. Em ruas pr?ximas ao rio Barigui a ?gua chegou a subir 1,5 metro. Moradores se refugiaram no telhado enquanto aguardavam o socorro dos Bombeiros. O lago do parque Barigui transbordou, alagando o local.

No bairro Uberaba, o canal do rio Bel?m subiu, alagando v?rias casas. Os moradores foram retirados em botes da Defesa Civil. Cerca de 400 pessoas foram afetadas nessa regi?o. Parte do Bairro Alto tamb?m alagou por causa da cheia do rio Atuba.

Como a chuva n?o foi acompanhada por vento, a rede el?trica n?o foi atingida, informou a Copel (Companhia Paranaense de Energia El?trica). Houve, no entanto, casos pontuais de postes e resid?ncias afetadas.

Atendimento

Equipes da Funda??o de A??o Social da Prefeitura de Curitiba prepararam abrigos para receber os desabrigados em Centros de Refer?ncia de Assist?ncia Social e escolas da regi?o Sul. Moradores que necessitam de ajudam podem entrar em contato pelo telefone 156.

"A chuva muito intensa das ?ltimas oito horas fez com que algumas ?reas de Curitiba ficassem no limite e fam?lias est?o sofrendo com alagamentos. J? definimos alguns locais para receber as pessoas que possam vir a ficar desabrigadas, e os t?cnicos da Defesa Civil est?o atentos para garantir toda a assist?ncia necess?ria a essas fam?lias", disse o prefeito Gustavo Fruet, por meio da ag?ncia de not?cias da prefeitura.

A Defesa Civil classificou a situa??o como cr?tica. De acordo com o Instituto Simepar, choveu 93 mm nas ?ltimas horas em Curitiba, um volume pr?ximo ? m?dia para todo o m?s de junho, que ? de 98 mm. O Simepar prev? mais chuva para este s?bado, podendo chegar a 150 mm at? o final do dia.

Interior

Outras regi?es do Paran? foram atingidas. No norte do Estado, as cidade de Rol?ndia,? Astorga, S?o Jo?o do Iva?, Manoel Ribas e Abati? registram transtornos. Nos Campos Gerais, foram afetadas Ponta Grossa, Guarapuava, Ortigueira e Tel?maco Borba. A BR-277 est? interditada no km 308, regi?o da Serra da Esperan?a.

Fonte: portalintegracao
Tópico