Idosos fazem criticas ao atendimento realizado pelo INSS em todo Piauí

Idosos fazem criticas ao atendimento realizado pelo INSS em todo Piauí

Sem conseguir sacar o dinheiro da aposentadoria, idosos estão sendo orientados pelos bancos a irem ao INSS para resolver o impasse. Direção do órgão diz que problema de recadastramento

Falta de informação, dúvidas e incertezas ocorrem diariamente com aposentados que vão ao Ministério da Previdência Social – INSS em todo estado, e em Teresina não é diferente.

O que se encontra são dúvidas, principalmente com o prazo de realização da comprovação de vida/renovação de senha que acaba no final do ano, fazendo com que aposentados não saibam exatamente o que devem fazer, pois a falta de informações para com os mesmos são contantes.

Beneficiários reclamam. A aposentada Ana Feitosa está insatisfeita com a demora do atendimento e a falta dele.

“Saí de casa muito cedo, e até agora não fui atendida. Fui ao banco e não tinha saído meu dinheiro, apenas deram informação que eu deveria ir ao INSS, porém ainda não me informaram para quê”, ressalta.

O mesmo ocorre com Zé Pedro Viera, ele não sabia ao certo o motivo de o convocarem ao INSS, “Mandaram eu vir aqui, mas não me passaram as devidas informações sobre o que seria”, afirma.

Os beneficiários devem lembrar que a renovação da senha não é feita no INSS, e sim nas agências bancárias onde recebem seus benefícios, pois são os bancos que finalizam o processo de comprovação. Portanto os documentos necessários são: documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação, entre outros).

Os aposentados que não podem comparecer por motivos de doença ou dificuldade de locomoção, podem realizar o procedimento com o procurador cadastrado no INSS ou representante legal, além do atestado médico do beneficiário e seus documentos de identificação exigidos.

Já para os que residem no exterior, podem realizar também por um procurador cadastrado no INSS, ou por documento de prova emitido pelo consulado.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Daniely Viana