Imprensa diz que família de Michael Jackson deve cremar corpo do cantor em Los Angeles

Apesar da mobilização dos helicópteros de várias redes de TV

Horas após a cerimônia pública do adeus a Michael Jackson, nesta terça-feira (7), no ginásio Staples Center, em Los Angeles, ainda permanecia o mistério sobre o local do enterro do astro pop. O funeral foi marcado por discursos de amigos famosos e pela emoção da filha do cantor, Paris Michael, de 11 anos, que afirmou que Jackson foi o "melhor pai que poderia imaginar".

Apesar da mobilização dos helicópteros de várias redes de TV, que seguiram o cortejo fúnebre que partiu do estádio, por volta das 13h local (17h de Brasília), em certo momento a família Jackson se dirigiu ao hotel Beverly Wilshire, e a imprensa perdeu a pista do carro que transportava o caixão dourado do artista.

O cemitério Forest Lawn, nas colinas de Hollywood, onde na manhã desta terça (7) o corpo de Jackson foi velado por parentes e amigos, não dá qualquer informação sobre seus serviços fúnebres, dentro de sua política de sobriedade e discrição.

O departamento de Polícia de Los Angeles, que divulgou informações logísticas sobre a operação montada para os funerais de Jackson, que mobilizou 3,2 mil homens, não revelou nada sobre o local do descando final do astro pop.

Segundo o site especializado em celebridades TMZ.com, Jackson não será sepultado em Forest Lawn, e, possivelmente, o carro com o caixão dourado foi usado para despistar a imprensa e os fãs.

Alguns jornais acreditam que a família decidirá cremar o corpo de Jackson e espalhar as cinzas do astro pelo rancho Neverland (150 km a noroeste de Los Angeles).

Velório foi marcado pela emoção

Em sua primeira declaração pública, a filha de Michael Jackson, Paris Michael Katherine Jackson, de 11 anos, foi às lágrimas ao falar sobre o seu pai diante de uma plateia de cerca de 18 mil fãs, amigos, representantes da música pop, estrelas do esporte e líderes religiosos que participaram da cerimônia de adeus ao cantor nesta terça-feira (7), em Los Angeles.

"Só queria dizer que, desde que eu nasci, o papai foi o melhor pai que eu poderia imaginar. Só queria dizer que eu te amo tanto", disse a garota, chorando muito. Foi o momento mais emocionante da cerimônia.

A atriz Brooke Shields também fez um discurso comovente, falando sobre sua amizade de mais de três décadas com o astro.

"Lembro de quando nos conhecemos e de todo o tempo que passamos juntos. Sempre que saíamos, tinha uma foto sendo tirada ou alguma manchete que dizia algo como "um casal esquisito, ou um "par improvável". Para nós, era a mais natural e fácil amizade", disse a ex-atriz mirim.

"As pessoas se referiam a ele com frequência como o Rei. Mas, para mim, ele lembrava mais o Pequeno Príncipe", completou a atriz antes de ler um trecho do livro de Antoine de Saint-Exupéry.

O cantor Smokey Robinson, o fundador da Motown Berry Gordy e a atriz Queen Latifah também discursaram durante o tributo. Mariah Carey, Usher, Lionel e Stevie Wonder cantaram sucessos do astro.

Fonte: g1, www.g1.com.br