Infraero registra atrasos em 43,2% dos voos

Outras 114 partidas foram canceladas, o que equivale a 9,5% do total

 Um balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), às 14h, aponta atrasos em 43,2% dos 1.205 voos programados para esta sexta-feira (28). Além dos atrasos, 114 voos foram cancelados, o que representa 9,5% do total.

Os problemas foram causados pelo fechamento de aeroportos do Sul e Sudeste do país, por causa da má visibilidade. As operações foram suspensas em Curitiba, Florianópolis e São Paulo. Em Florianópolis, dos 23 voos programados até as 14h, 18 partiram com atraso, o que equivale a 78,3%.

Em Curitiba, 36 dos 65 voos programados decolaram com atraso superior a 30 minutos, o que representa 55,4% do total. Outras 13 partidas foram canceladas (20%). Pousos e decolagens no terminal foram interrompidos às 2h da madrugada. As partidas só foram retomadas às 8h45. Em Porto Alegre, 27 das 50 decolagens programadas partiram com atraso (54%) e outros quatro voos foram suspensos ( 8%).

No Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Curitiba, das 55 partidas programadas, 29 decolaram com atraso (52,7%). Quatro voos foram suspensos. O Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, teve atrasos em 44 dos 83 voos programados, o que equivale a 53% do total. Já o Aeroporto Santos Dumont registrou atrasos em 25 dos 81 voos programados, o que equivale a 30,9%. Outros 17 voos foram suspensos (21%).

O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, registrou atrasos em 76 dos 126 voos programados até as 14h. Outros 35 voos foram suspensos, o que representa 27,8% dos voos. O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na Região Metropolitana, teve atrasos em 69 dos 122 voos programados. Outras 18 decolagens foram suspensas (14,8%)

Fonte: g1, www.g1.com.br