Iniciado projeto em defesa de vítimas de violência sexual

O público-alvo destas orientações são alunos da rede municipal

Teve início o projeto "Rompendo o silêncio: diga não ao mal", em defesa da população infantil, vítima da violência sexual. O projeto é viabilizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) em parceria com a Prefeitura de Timon.

O projeto está sendo executado pela equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que está atuando em escolas municipais de Timon. A primeira unidade escolar a receber a atividade foi a escola Anjo Gabriel, no Vila Monteiro. 

"É muito importante esse trabalho que a prefeitura, o CMDCA e o CREAS estão fazendo em conjunto. É uma forma de os professores, funcionários, pais e até mesmo as crianças se conscientizarem através das orientações", destacou a diretora de ensino, Edna Maria Pereira.

O "Rompendo o silêncio: diga não ao mal" possui recursos provenientes da Fundação Itaú Social e tem por finalidade incentivar o ato de denunciar às autoridades competentes os casos de abuso, capacitar os profissionais das escolas para a identificação e o manejo de casos de violência sexual infantil.

O público-alvo destas orientações são alunos da rede municipal de ensino de Timon entre 05 e 09 anos de idade, pais de alunos, professores e gestores de ensino, além de todos os funcionários da rede. Ao todo, dez unidades escolares participarão do projeto, que segue até novembro de 2015.

Fonte: Jornal Meio Norte